O imperialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1322 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A partir do século XX autores de diversas áreas da política aprofundaram investigações visando compreender novos fenômenos do sistema capitalista. Esses autores, apoiando-se nos tendências de Marx e seus métodos de analises, desenvolveram estudos que indicam que o sistema vinha experimentando uma serie de transformações, porem nenhuma delas tira do sistema a sua estrutura essencial. Essastransformações contribuíam na configuração de um novo estagio da historia do capitalismo, o Imperialismo.
As relações sociais são relações de essência histórica: são mutáveis, transformáveis. Essas relações exercem sobre o homem pressões, e essas pressões acarretam efeitos e consequências que independem da vontade desse homem; Mas essas relações também são alteráveis e alteradas pela vontade coletiva eorganizadas das classes sociais. E necessário ao capital o dinamismo produzido pelas suas contradições, para que assim ele consiga valorizar-se e expandir-se. A partir do momento que o capital se impôs, ele instaurou mecanismos e dispositivos que lhe são peculiares.
Ao longo da sua historia, o capitalismo moveu-se (move-se) e transformou-se (transforma-se); Graças ao intensivo desenvolvimento dasforças produtivas, que é sua marca, o capitalismo é constituído por mobilidade e transformação.
A partir das lutas de classes surge a expressão sociopolítica das contradições do sistema, e essa penetra nos passos da sua dinâmica. A historia desse sistema é resultado da interação, da sobreposição, da mudança do desenvolvimento das forças produtivas, de alterações nas atividades econômicas, deinovações tecnológicas e de processos sociopolíticos e culturais, que envolvem as classes.
Estabelecendo uma periodização histórica para o desenvolvimento do capitalismo, registra-se primeiro a existência de um estágio que começa com a acumulação primitiva. Trata-se do capitalismo no seu estágio inicial, onde o papel comercial foi decisivo – estágio chamado de Capitalismo Comercial (ou Mercantil).Nessa etapa, a burguesia afirma-se como classe que tem nas mãos o controle das principais atividades econômicas e confronta-se com os privilégios da nobreza que detinha a posse de terras. É uma classe revolucionaria, seus interesses se conjugam com o da massa da população; É a classe que tem por tarefa liberar as forças produtivas dos limites que eram colocados pelas relações feudais. Temos umaburguesia de caráter audacioso, uma burguesia empreendedora.
Tal caráter foi reconhecido até mesmo pelos seus críticos mais assíduos. No seu inicio, pode-se citar a saga da expansão marítima, que foi conduzida pelos grupos mercantis, que abriram as rotas para o Oriente e para as Américas. Nos momentos finais da Revolução Burguesa o caráter da burguesia não deixa lugar a duvida.
Na segunda metadedo século XVIII, o capitalismo entra em um novo estágio evolutivo. Essa evolução está diretamente ligada às mudanças políticas e técnicas. Nesse estágio, o capital deu inicio ao processo que resultou na aceitação real do trabalho. É aproximadamente a partir da oitava década do século XVIII, que se configura esse novo estágio do capitalismo, o Capitalismo Concorrencial (ou Liberal), que dura cercade cem anos. Foi nesse período que o capitalismo revelou suas principais estruturas.
Esse modo de capitalismo criou o mercado mundial: os países mais avançados buscaram matéria-prima nos locais mais afastados do globo e inundaram todas as latitudes com as latitudes com as suas mercadorias; Estabelecendo vínculos econômicos entre diversos grupos separados pó milhares de quilômetros. É importanteressaltar, que essa interação foi estabelecida entre grupos socioeconomicamente muito desiguais, e consequentemente essa interação contribuiu para ampliar e aprofundar tal desigualdade. No capitalismo concorrencial estabeleceu-se um sistema econômico internacional, uma economia mundial.
Caracterizar essa fase do capitalismo como concorrencial é um modo de deixar claras as amplas possibilidades...
tracking img