O impacto da vida de jesus como referencial de evangelização

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (862 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de janeiro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O IMPACTO DA VIDA DE JESUS COMO REFERENCIAL DE EVANGELIZAÇÃO

Luciano Fernando Soares Borges

RESUMO

Através deste paper veremos que a evangelização é uma obrigação de todos; um compromisso docristão verdadeiro. A evangelização é uma urgência para a nossa geração, para isso devemos seguir alguns padrões e referenciais que o próprio Cristo nos deixou.

Palavras-chave: Evangelização,Jesus, Evangelho.

1 INTRODUÇÃO

O vocábulo evangelização é oriundo do grego “evaggelizo”, cujo sentido é “anunciar o Evangelho”. A palavra Evangelho, por sua vez, vem do grego “Evaggelion” esignifica “boas-novas”. Por conseguinte evangelizar é, etimologicamente, “levar as boas-novas às pessoas”.
A obra da evangelização é urgente. O momento de anunciar as boas novas da salvação é agora! Quantaspessoas estão indo para o inferno por não terem ouvido falar das boas novas da salvação. Essa é uma missão urgente que a igreja precisa encarar; muitos pensam que sendo salvo está tudo certo eesquecem-se do que o Salvador nos ordenou: “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Marcos 16.15,16.

2 O MUNDOPRECISA CONHECER O EVANGELHO

Essa é uma questão para se pensar, o Evangelho não é boas novas para as pessoas que não o ouvem, um Evangelho não pregado não é um Evangelho de forma alguma. Vejamos, NpNovo Testamento nós nunca lemos a respeito de Deus indo a frente por si mesmo, mas que, “eles, tendo partido, pregaram em toda a parte, cooperando com eles o SENHOR” (Marcos 16.20).
Estes últimos diasantes da vinda do Senhor devem se tornar uma culminação digna de séculos de evangelismo global e reavivamento, a consumação do trabalho duro e das lágrimas dos ungidos de Deus de gerações passadas. Aigreja é um bote salva-vidas, não um barco de prazeres. A igreja que não procura o perdido está “perdida” em si mesma. Alguns dão a desculpa de que a sociedade pluralística de hoje em dia diz que a...
tracking img