O Iluminismo

Páginas: 6 (1341 palavras) Publicado: 5 de abril de 2014
Iluminismo: A fé na razão e a valorização da
ciência
O Iluminismo é a saída dos homens do estado de minoridade devido a eles mesmos. Minoridade é
a incapacidade de utilizar o próprio intelecto sem a orientação de outro. Essa minoridade será
devida a eles mesmos se não for causada por deficiência intelectual, mas por falta de decisão e
coragem para utilizar o intelecto como guia. 'Sapereaude!' 'Ouse usar seu intelecto!' é o lema do
Iluminismo."
Assim o filósofo alemão Immanuel Kant (1724-1804) definiu esse movimento filosófico que se
estendeu das últimas décadas do século 17 aos últimos decênios do século 18, em especial na
França, Inglaterra, Escócia e Alemanha, embora sua influência tenha se expandido até o Novo
Mundo.

As luzes da razão
Essa linha filosófica se caracterizapelo empenho em estender a razão como crítica e guia a todos os
campos da experiência humana. Nesse sentido, ela pretende levar as luzes da razão às trevas da
ignorância e do obscurantismo e compreende três aspectos diversos, mas relacionados entre si:




extensão da crítica a toda e qualquer crença e conhecimento sem exceção;
realização de um conhecimento que, por estar aberto àcrítica, inclua e organize os
instrumentos de sua própria correção;
uso efetivo do conhecimento assim atingido com o fim de melhorar a vida privada e social
dos homens.
Vamos analisar casa um desses aspectos em particular.
Fé na razão Se por um lado o Iluminismo adota a fé na razão, ao mesmo tempo considera
limitado o poder da razão, cuja expressão típica é a doutrina da coisa em si, ou seja, ospoderes cognoscitivos do homem, tanto sensíveis quanto racionais, vão até onde vai o
fenômeno, mas não além, quer dizer, não atinge a coisa em si, independentemente de sua
relação com o homem, para o qual é um objeto de conhecimento.
Por outro lado, considerada a limitação dos poderes cognoscitivos, não existem campos
privilegiados dos quais a crítica racional possa ser excluída. Emparticular, isso implicava os
campos da política, da moral e da religião, que até então eram tabus para o pensamento
racional, aos quais o importante filósofo e matemático racionalista francês René Descartes
(1596-1650) achava que a razão não tinha outra coisa a sugerir além da reverência às normas
tradicionais.

Princípios racionais de governo O Iluminismo não aceitava as renúncias cartesianas. Aocontrário, estendeu a indagação do domínio da religião e da política, propondo uma religião
natural ou racional, fundada não na revelação histórica, mas na manifestação natural da
divindade à razão do homem (deísmo), ao mesmo tempo que questionavam os fundamentos
do poder absolutista e procuravam estabelecer os princípios racionais do governo e da
organização social. Da mesma forma,evidenciando a importância dos sentimentos e das
paixões na conduta do homem, buscam novos pilares para a vida moral do homem.
Essa atitude crítica do Iluminismo expressa-se principalmente em sua hostilidade à tradição,
que considera a força mantenedora das crenças e preconceitos que deveriam ser destruídos.
Para os iluministas, tradição e erro coincidiam. Apesar de essa tese poder parecer exageradahoje, não se pode esquecer que foi graças a ela que se venceram os poderosos entraves que a
tradição impunha à livre pesquisa.
O segundo aspecto a ser destacado no Iluminismo é que ele inclui o empirismo, ou seja,
considera um atributo do conhecimento válido o fato de poder ser posto à prova. Essa
atitude empirista garante a abertura da ciência e conhecimento em geral à crítica da razão,
poisconsiste em admitir que toda verdade pode e deve ser colocada à prova, sendo
eventualmente modificada, corrigida ou abandonada.
Valorização da ciência É essa atitude do Iluminismo que elevará a ciência (no sentido que
essa palavra tem hoje) ao primeiro lugar na hierarquia das atividades humanas. A física sistematizada primeiramente na obra de Isaac Newton - é considerada pelos iluministas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Iluminismo
  • Iluminismo
  • O iluminismo
  • Iluminismo
  • Iluminismo
  • iluminismo
  • iluminismo
  • iluminismo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!