O idoso na sociedade brasileira atual

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O idoso na sociedade Brasileira atual

Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei, este é apenas um dos artigos (4) criado sob a lei número 3.561 de 1997 de autoria do então Deputado Federal Paulo Paim. Assim como este parágrafo, existem muitosoutros que nem mesmo os idosos conhecem, eles sabem que tem alguns direitos, mas desconhecem os artigos da lei. Muitos idosos, por desconhecerem seus direitos, submetem-se a abusos e maus tratos, até mesmo por estarem vulneráveis, psicologicamente ou fisicamente e dependentes de cuidados, seja pelos “familiares” ou casas de repouso.

Na maioria das vezes, a “família” fica com idoso, mas na maioria dasvezes não tem estrutura financeiras, nem psicológicas para isso. O que acaba acarretando, em maus tratos, ameaças, retenção de cartões de crédito, utilização indevida dos proventos, atualmente o idoso é considerado para a família, um fardo a ser carregado até o fim de seus dias,mas esquecem que um dia aquele “fardo” já os cuidou,trabalhou para sustentá-los, deu-lhes educação, sacrificou sua vidapara dar uma vida digna para seus filhos, claro que nem todos foram tão bons pais assim.

Temos de dar exemplos para nossos filhos, mostrando a eles o que devem e não devem fazer, no futuro quando os pais envelhecerem também.

O idoso não pode ser considerado como uma criança, ou largado em casas de repouso, a criança é como um papel em branco, quem tem de preencher são os pais, o idoso é um papelcheio, com muito conhecimento, e experiência de vida que não acabam com a maturidade, por isso precisam estar no seio familiar, receber toda a atenção possível, carinho e respeito, porque eles podem sim fazer a diferença em uma família, ensinar lições de vida para os netos, e eles podem, porque tem o conhecimento pra isso, são os verdadeiros professores da vida.

Infelizmente a realidade é outra,nosso idoso não tem o respeito que merecem,temos como exemplo os ônibus, a frente que é destinada para eles, tem apenas oito assentos, e ainda te cota, caso o ônibus esteja cheio demais, e tiver um ou mais idoso na parada, o motorista passa reto, como se ele não pagasse, pode não pagar agora mas adquiriu este direito por todos os anos dedicados ao trabalho e impostos pagos.

No artigo 15 diz que:É assegurada a atenção integral á saúde do idoso, por intermédio do Sistema Único de Saúde – SUS, garantindo-lhes o acesso universal e igualitário, em conjunto articulado e contínuo das ações e serviços, para prevenção, promoção, proteção e recuperação da saúde, incluindo a atenção especial á doenças que afetam preferencialmente idosos. É apenas mais um artigo, no papel porque na verdade não écolocado em prática pelas entidades “públicas”, nós como usuários do Sistema Único de Saúde, nos deparamos com uma realidade cada vez pior neste sentido, o que podemos visualizar é que, o idoso que fica doente e tem de ir a uma unidade básica de saúde, que seja em seu bairro, ele tem de ir pra fila junto com os outros usuários, às vezes de madrugada, para conseguir uma ficha de atendimento para oagendamento para ser atendido na semana seguinte. E quando tem uma enfermidade mais grave e necessita de hospitais, a situação se complica, ele é levado (os que não tem convênios médicos, ou dinheiro para consultas, e hospitais particulares) para o pronto atendimento, e ali é largado sem qualquer preocupação dos funcionários da saúde, já nos deparamos com várias cenas incômodas e desumanas nesteslocais, certo dia estávamos no pronto atendimento, chegou uma idosa acompanhada de sua filha, á princípio com problema de açúcar (diabetes mais avançada), ela estava muito mal com cerca de 90 anos, ela entrou na “urgência”, porque estava passando mal, uma enfermeira foi até ela, mediu a pressão arterial, afirmou que estava muito baixa, mesmo assim deixou ali sentada em uma cadeira, no corredor....
tracking img