O homem e o lixo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6324 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
O presente projeto busca trazer uma intervenção urbana - reflexão no espaço público - realizada pela disciplina de Estágio Básico V acerca da relação do homem com o lixo na cidade de Palmas, capital do Tocantins. Tendo em vista que o mesmo, na nossa cidade, se encontra espalhado em qualquer lugar, busca-se, em forma de uma pesquisa bibliográfica e de idas a campo abordar e adotara maneira como as pessoas lidam com o lixo como instrumento de uma intervenção.
Segundo Melendi (s/d) o termo intervenção urbana designa os movimentos artísticos relacionados às intervenções visuais realizadas em espaços públicos.
O que hoje chamamos de intervenção urbana envolve um pouco da intensa energia comunitária que floresceu nos anos de chumbo. Os trabalhos dos artistas contemporâneos,porém, buscam uma religação afetiva com os espaços degradados ou abandonados da cidade, com o que foi expulso ou esquecido na afirmação dos novos centros. Por meio do uso de práticas que se confundem com as da sinalização urbana, da publicidade popular, dos movimentos de massa ou das tarefas cotidianas, esses artistas pretendem abrir na paisagem pequenas trilhas que permitam escoar e dissolver oinsuportável peso de um presente cada vez mais opaco e complexo (MELENDI, s/d, s/p.).
Para Barja, (s.d.) “a linguagem da intervenção urbana precipita-se num espaço ampliado de reflexão para o pensamento contemporâneo. Essa linguagem instala-se como instrumento crítico e investigativo para elaboração de valores e identidades das sociedades.” Ainda de acordo com Barja, esse tipo de intervençãoaparece como uma alternativa aos circuitos oficiais, capaz de proporcionar o acesso direto e de promover um corpo-a-corpo da obra de arte com o público.
Ampliando o conceito puramente artístico do termo “intervenção urbana” surgiu um questionamento maior: até que ponto intervenções urbanas podem resgatar a imagem de uma cidade? Qual o papel da cultura e da educação nesse processo?
Portanto, diantedisso e dos pressupostos que regem a disciplina Estágio Básico V, o presente projeto busca realizar intervenções na cidade de Palmas, com o intuito de provocar reflexão e conscientização em seus habitantes sobre questões referentes ao meio ambiente, mais especificamente, abordando a relação que as pessoas que vivem nesta cidade tem com o lixo, sendo esse o principal tema.
Os sistemas de limpezaurbana são de competência municipal. Cabe então ao órgão responsável a promoção da coleta, o tratamento e a destinação ambiental e sanitária de forma concreta e segura. No entanto, se sabe que isso não é uma tarefa fácil senão, complexa. Muitos fatores agravam essa dificuldade, tais como a negligência de gestores em fazer valer o que foi determinado por políticas públicas, a ausência de controle efiscalização ambiental e a má administração política das cidades. Esses problemas resultam no imobilismo quanto à questão do lixo urbano, resultando em problemas na saúde e no ambiente (Otero et al, 2000).
O lixo representa um rico tema de estudos e pesquisas sintomáticos da relação do homem com o meio. Historicamente, ele é símbolo de degradação e degenerescência dos objetos, do que não tem maisvalor econômico ou afetivo, daquilo que é resultante da transformação e/ou do consumo de materiais.
Os resíduos, através de sua dimensão temporal, contam a história do homem, passam a ser um signo da sociedade, do seu consumo, da sua relação com o meio. Até a lixeira pode ser um objeto de estudo pela análise dos elementos que a compõem. Assim, podem-se deduzir diferentes características da vidade uma família: seus hábitos, ter indicações da renda e do tamanho da família, das profissões, do lazer e da escolaridade. O significado do lixo enquanto objeto de estudo para a psicologia ultrapassa, portanto, as questões da degradação ambiental e insere-se numa problemática que desvenda a própria história da sociedade e da organização do espaço social.

2. JUSTIFICATIVA
Há grande...
tracking img