O histórico do processo de ensino e aprendizagem - natação

Faculdade Metropolitanas Unidas – FMU

Curso Educação Física

O histórico do processo de ensino e aprendizagem - natação

Thiago Rodrigues nº 68
Ludmila Half nº
Rafael Laureano Filadélfio n167
Turma D

Natação

Alberto Bernardo Klar
Allan Torres

São Paulo
2013
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3
2. HISTÓRICO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA NATAÇÃO 4
3. O APRENDIZADO PORPARTE DE BEBÊS E CRIANÇAS 7
4. BENEFÍCIOS DA NATAÇÃO 8
5. CONCLUSÃO 9
6. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 10

1. INTRODUÇÃO

Para os estudiosos, é difícil datar o surgimento da natação, alguns acreditam que tenha relação com a origem da humanidade. De acordo com algumas leituras, podemos dizer que antigamente o ato de nadar tinha uma relação muito grande com a questão da sobrevivência esubsistência. Muitos animais utilizavam a água para fugir de suas prezas, o homem utilizava o nado para alimentar-se através da pesca.
Outros fatores, como as moradias próximas aos lagos chamado de Lacustres, que incentivavam a caça e pesca, bem como criação de pequenas embarcações, levaram o ser humano a se adaptar e conhecer melhor a água, despertando assim a curiosidade e o instinto desobrevivência para utilizá-la a seu favor.
De acordo com LIMA e KLAIR (2005) nadar é deslocar-se na e sob a água sem qualquer auxílio que o da força e da habilidade do próprio individuo.

2. HISTÓRICO DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA NATAÇÃO
Conforme mencionado anteriormente, não sabemos ao certo quando a natação foi implantada na sociedade, mas sabe-se que o 1º livro publicado denatação ocorreu no ano de 1538 pelo professor Nikolaus Wynmann como o nome de “O Nadador ou o diálogo sobre a arte de Nadar”. Wynmann destacava que o homem não dominava naturalmente a “arte de nadar” e, portanto, necessitava de um mestre que o orientasse, devido aos perigos do afogamento. Partia do pressuposto de que o homem só seria capaz de se manter na superfície, caso realizasse movimentos específicospara a sua sustentação. Os movimentos eram inicialmente aprendidos em terra e depois repetidos na água. Por medida de segurança, todos os alunos usavam cintas de junco quando se exercitavam na água (WILKE, 1990). Em 1798, o alemão Guts Muths insistia no uso de artefatos para a flutuação. Seu método era dividido em três partes: adaptação geral à água, exercícios em seco no banco de natação eexercícios sustentados na água com cinta de natação. Predominava o estilo de nado clássico (nado peito) e os alunos movimentavam-se sob a voz de comando do professor, provavelmente pela origem militar deste. Guts Muths popularizou o ensino da natação, já que adaptou seu método para que um professor acompanhasse vários alunos simultaneamente, através de um sistema de varais com cabos que sustentavam osalunos na superfície da água. Nesse período, militares e trabalhadores de salinas aposentados eram os responsáveis pelo ensino da natação (WILKE, 1990). Depois desta data, foram lançados muitos livros sobre a arte de nadar, e muitos estudiosos contribuíram para o desenvolvimento desta prática. Entre 1870 a 1896 foram criadas as “máquinas de aprender a nadar”, como é o caso do chamado carrossel,onde os alunos ficavam presos na cintura através de uma corda e o professor girava o carrossel com os alunos na superfície da água, realizando movimentos de braços e pernas. No ano de 1862, Roccas foi o primeiro médico a publicar um artigo sobre a importância da natação como sobrevivência e os efeitos positivos na saúde das pessoas. Em 1914, Hermann Ladebeck descreveu uma metodologia para iniciantescom o objetivo de adaptá-los à água (WILKE, 1990). Eram realizados saltos, saídas, movimentos de pernadas em decúbito dorsal, antes da aprendizagem dos estilos de nado. Em 1925, a natação apareceu nas aulas de Educação Física Escolar, introduzida na Alemanha por Kurt Wiessner, que pode ser considerado como um dos precursores de uma pedagogia mais moderna, baseada na compreensão da capacidade...
tracking img