O hipnotista - lars kepler.pdf

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A

T
ER
OF

O MAIOR BESTSELLER NÓRDICO DOS ÚLTIMOS TEMPOS

CHEGOU A VEZ DE LARS KEPLER
A grande revelação do policial nórdico
Erik Maria Bark é o mais famoso hipnotista da Suécia. Acusado de falta
de ética, e com o casamento à beira do colapso, jurou publicamente
nunca mais praticar a hipnose nos seus pacientes e há dez anos que se
mantém fiel à sua promessa. Até agora.

OHIPNOTISTA
www.portoeditora.pt/ohipnotista

Estocolmo. Uma família é brutalmente assassinada e a única
testemunha está internada no hospital em estado de choque; Josef Ek,
de apenas 15 anos, presenciou o massacre dos seus pais e irmã mais
nova, sendo ele próprio encontrado numa poça de sangue, vivo por
milagre.
Nessa mesma noite, Erik Maria Bark recebe um telefonema do
comissário Joona Linnasolicitando os seus serviços – urge descobrir a
identidade do assassino e para tal Josef deverá ser hipnotizado. Erik
aceita a missão com relutância, longe de imaginar que o que vai
encontrar pela frente é um pesadelo capaz de ultrapassar os seus piores
receios.
Dias mais tarde, o seu filho de 15 anos, Benjamin, é sequestrado da
própria casa. Haverá uma ligação entre estes dois casos? Parasalvar a
vida de Benjamin, o hipnotista deverá enfrentar os fantasmas do seu
passado e mergulhar nas mentes mais sombrias e perversas que jamais
poderia imaginar; o que tinha por difuso revela-se abominável, o que
tinha por suspeito surge como demoníaco. Para Erik, a contagem
regressiva já começou…
Uma leitura compulsiva carregada de s uspense . Um mistério
caracterizado por estranhos einesperados contornos.

www.portoeditora.pt/ohipnotista

Oo

º

1.

LUGAR NOS TOPS

EUROPEUS

LARS KEPLER

O HIPNOTISTA
Tradução de Jaime Bernardes,
revista por Henrique Tavares e Castro

Oo

O Hipnotista
Lars Kepler
Publicado em Portugal por
Porto Editora, Lda.
Divisão Editorial Literária – Lisboa
E-mail: dellisboa@portoeditora.pt
Título original:
Hypnotisören
© 2009, LarsKepler
First published by Albert Bonniers Förlag, Stockholm, Sweden
Published in the Portuguese language by arrangement with Bonnier Group Agency,
Stockholm, Sweden
Imagem da capa: © Hummingbirds
Reservados todos os direitos. Esta publicação não pode ser reproduzida, nem
transmitida, no todo ou em parte, por qualquer processo electrónico, mecânico,
fotocópia, gravação ou outros, sem préviaautorização escrita da Editora.

2010
Execução gráfica Bloco Gráfico, Lda. Unidade Industrial
da Maia. Sistema de Gestão Ambiental certificado
pela APCER, com o n.° 2006/AMB.258

«Como fogo, exactamente como fogo.» Essas foram as primeiras palavras pronunciadas pelo rapaz hipnotizado. Apesar
de ter ferimentos letais – centenas de facadas no rosto, nas pernas, no tronco, nas costas, nasplantas dos pés, no pescoço e na
nuca –, fora submetido à hipnose profunda na esperança de
que, através dos seus olhos, fosse possível descobrir o que tinha
acontecido.
– Tento pestanejar – murmurou. – Entro na cozinha, mas
noto algo estranho, um som crepita entre as cadeiras e um fogo
ao rubro derrama-se pelo chão.
O polícia que o encontrou entre os outros corpos na
vivenda pensou queestava morto. O rapaz tinha perdido muito
sangue, entrara em estado de choque e apenas recuperou a
consciência cerca de sete horas depois.
Era a única testemunha sobrevivente e o comissário Joona
Linna considerou que provavelmente poderia fazer uma boa
descrição do sucedido. A intenção do autor dos crimes fora
matá-los a todos e, por isso, possivelmente não tivera o cuidado
de esconder o rostodurante a sua acção.
Contudo, se as demais circunstâncias não fossem tão
excepcionais, nem sequer se teria admitido a hipótese de recorrer aos serviços de um hipnotista.
3

Na mitologia grega, o deus Hipnos é um jovem alado com
uma papoila na mão. O seu nome significa «sono». É irmão
gémeo da morte e filho da noite e da escuridão.
O termo «hipnose» foi usado pela primeira vez com o seu...
tracking img