O fim da guerra fria, o neoliberalismo e a nova ordem econômica mundial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1398 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Durante a ordem bipolar a segurança internacional era a principal preocupação em questão, sendo assim, as decisões Estatais eram as mais importantes e possuíam mais voz ativa não dando espaço para as demandas de outras instituições e organizações. Ou seja, o período compreendido como o período da Guerra Fria, era a época na qual as premissas realistas se realizavam ou se cumpriam no ambienteinternacional. As principais preocupações na agenda dos Estados eram com a segurança nacional, pois na época o impasse nuclear e o perigo de uma guerra nuclear, ameaçavam a devastação não somente de ambas as ordens capitalista e comunista, mas também a própria existência de muitos Estados estando ou não envolvidos diretamente no conflito.

Com o colapso de uma das ordens, no caso a ordem comunista,e a ascensão da ordem capitalista, não havia outra saída para os demais Estados no ambiente internacional a não ser a aceitação de ordem capitalista e suas noções de justiça. Uma vez que o perigo da guerra nuclear e o da devastação dos Estados deixavam de existir, e uma vez que a segurança já estava garantida, a principal preocupação passava então de segurança para aspectos econômicos, o que fazcom que o realismo não tenha mais tanta eficiência em explicar o ambiente internacional pós Guerra Fria.

Depois do término da Guerra Fria e o colapso da ordem comunista social, as próprias noções de justiça do bloco comunista e os pressupostos do direito social acabaram consequentemente perdendo legitimidade para as noções de justiça do bloco capitalista e seu direito civil. Desta maneira, anoção do que é justo ou injusto toma os parâmetros adotados pela ordem capitalista (que é a ordem dominante até os dias atuais) e passa a dominar em uma parte significativa do ambiente internacional.

O que ocorre de fato é que com a ascensão da ordem capitalista sobre a ordem comunista (EUA sobre URSS), o direito civil ganhou mais força sobre o direito social, pois não havia alternativa alémdeste. Isto faz com que haja um maior consenso sobre o direito civil e facilite as lutas e demandas pelos mesmos.

Depois da Guerra Fria, a ordem capitalista impõe suas noções de justiça já existentes através da defesa dos Direitos Humanos. O tratado de Direitos Humanos criados por Estados Unidos e Europa Ocidental julgaria o que é bom e deve ser justo na nova ordem internacional pós Guerra Fria.A globalização ajuda a “espalhar” rapidamente as premissas da nova ordem e as novas demandas por justiça, aumentando ainda mais o consenso sobre essas demandas, facilitando ainda mais a luta pelas mesmas. Fazendo com que estas lutas e demandas que em principio se caracterizam por serem de âmbito regional, adquiram características ou proporções globais.

Na Europa Ocidental, o fim Na EuropaOcidental, o fim do socialismo significou a aparente vitória do neoliberalismo. No início dos anos 90 a política da Europa do Oeste inclinou-se para propostas com menor participação do Estado, atribuindo ao mercado a solução de muitos problemas. Afortunadamente, a população desses países entendeu muito rápido que essa política neoliberal traria o retrocesso, e as grandes perdas seriam sentidas naárea social. Na segunda metade da década de 90, a tendência neoliberal foi desbancada politicamente na Alemanha, na França, na Itália e na Inglaterra.

A globalização que derruba fronteiras poderia desestabilizar a economia da Europa unida e colocá-la à mercê do capital especulativo internacional, criando espaço para a ação maior de capitais americanos.

A nova ordem internacional acabou com umsem-número de conflitos diretamente ligados à ação das superpotências; mas fez surgir outros, na sua maioria de origem étnica, religiosa e nacional, que durante a Guerra Fria foram mantidos em estado latente, pois poderiam ameaçar a hegemonia das superpotências sobre determinados países ou regiões.

Entre os países capitalistas, a despeito de ter-se pronunciado ainda mais a diferença entre...
tracking img