O filme central do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1799 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]























































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 TÍTULO NÍVEL 2 – A formação das identidades individuais e coletivas de no mínimo dois dos personagens do Filme 4
2.1.1 Título Nível 3 – Resgatar o processohistórico social de construção das diferenças regionais mostradas no Filme 4
2.1.1.1 Título nível 4 – Aborda a questão social da população em vulnerabilidade social frente as consequências do capitalismo retratado no Filme 4
2.1.1.1.1 Título nível 5 – A partir do Filme, realizar a relaçao com as condições da realidade regional dos discentes 4

3 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 11

INTRODUÇÃONeste Trabalho iremos apresentar sobre o Filme Central do Brasil, que nos mostra a realidade do Brasil, caracterizando principalmente as condiçoes de vida no subúrbio de uma cidade grande em um país subdesenvolvido. Acresente concentração de riqueza, o salário mínimo vergonhoso, o desemprego, o aumento da pobreza e da miséria, a falta de saneamento básico e de assistência à saúde, fazemparte das situações vividas na carne pela população mais pobre, com a qual nos deparamos em nosso cotidiano.




DESENVOLVIMENTO


1 Título Nível 2 - A formação das identidades individuais e coletivas de no mínimo dois dos personagens do Filme.

Os protagonistas do filme são Dora (Fernanda Montenegro) e o Josué (Vinícius de Oliveira).
Dora é uma professoraaposentada que mora no subúrbio do Rio de Janeiro luta para sobreviver no Brasil do real. Para se sustentar, ela trabalha como escrevedora de cartas na Central do Brasil. É uma mulher amarga e mau caráter, e isso fica bem evidente pelo fato de ela não enviar as cartas que as pessoas lhe pedem para escrever. Não tem nenhuma vaidade. O encontro com Josué representa muitas mudanças na vida de Dora, comele, ela aprendeu a ter compaixão, descobriu o afeto, a importância de amar e ser amada, a importância de ajudar o próximo e etc, e isso tudo fez com que suas características psicológicas mudassem também, pois, Dora deixou de ser uma mulher amarga, mau caráter e infeliz, para ser uma pessoa doce, compreensiva e com capacidade de amar.
Josué é um menino de 9 anos, que por causa de suavida miserável e difícil e pela ausência do pai acaba por ter um desenvolvimento precoce, tendo um instinto de proteção em relação a mãe. Conheceu Dora, nas vezes em que foi com sua mãe escrever cartas para seu pai, na incansável busca para conhecê-lo.
Sua mãe morre atropelada num acidente perto da Central do Brasil, e Josué vendo- se abandonado se sente inseguro, perdendo todo o seuamadurecimento precoce. Para se proteger das situações difíceis as quais ele passa em boa parte do filme (violência, abandono, fome, solidão...) eles tem um comportamento violento e estúpido, mas nunca perde a esperança de encontrar seu pai.
Ao encontro com Dora, também representa muitas mudanças na vida de Josué, pois, ele vê nela, uma pessoa para se apegar, para fugir de todos osseus problemas, e acaba se transformando numa criança mais dócil, que sabe dar e receber carinho.



1 Título Nível 3 – RESGATAR O PROCESSO HISTÓRICO SOCIAL DE CONSTRUÇÃO DAS DIFERENÇAS REGIONAIS MOSTRADAS NO FILME.

O filme se inicia na estação de trem onde trafegam pessoas de todos os níveis sociais, de diversas regiões do Brasil. Mostrando a massa de migrantesnordestinos, que desde o inicio do século abandona o sertão em buscar de conseguir melhor qualidade de vida, mostrando a divergência social do Rio de Janeiro e o nordeste Brasileiro.
A região sudeste é a de maior população, abrigam as três mais importantes metrópoles nacionais, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Rio de Janeiro, capital do estado é a segunda maior metrópoles...
tracking img