O existencialismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1640 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PLANO DE AULA

ÁREA: Ética TEMA: Existencialismo HISTÓRIA DA FILOSOFIA: Contemporânea INTERDISCIPLINARIDADE: Psicologia DURAÇÃO: 4 aulas de 50’ cada AUTORIA: Angélica Silva Costa

OBJETIVOS:

Refletir sobre a filosofia existencialista e dar ênfase aos conceitos do filósofo francês Jean Paul Sartre.

METODOLOGIA:

O desenvolvimento desta proposta dar-se-á pela exposição do tema proposto, com oapoio de alguns recursos didático-pedagógicos, tais como quadro e giz, DVD e/ ou televisão. Ter-se-á como ponto de partida a problematização do tema proposto a ser desenvolvido.

PROGRAMAÇÃO:

1ª aula Titulo: O Existencialismo Sartreano Apresentação dos principais conceitos da filosofia existencialista através do texto e resumo de apoio, com o intuito de facilitar a compreensão da filosofia sartreanae sua importância na contemporaneidade.

2ª aula: Titulo: Essência e Existência Recordação dos conceitos abordados na aula anterior, enfatizar a questão da “ essência e existência” e aplicação de um resumo impresso com todos os conceitos do existencialismo sartreano.

1

3ª aula: Titulo: Liberdade e Angústia Exibição do filme “Walking life”, com duração de 2:04’, ressaltando, ao fim da exibição,o conteúdo filosófico do filme: o existencialismo, a escolha e a responsabilidade.

4ª aula Titulo: A responsabilidade Conclusão de todo conteúdo, aplicação de lista exercícios:

CONTEÚDOS:

1. Texto de apoio: A existência precede a essência

“(...) Assim, pois, ainda aí, a essência do homem precede sua existência histórica que encontramos na natureza. (...)”. O existencialismo ateu, que eurepresento, é mais coerente. Declara ele, que se Deus não existe, há pelo menos um ser no qual a existência precede a essência, um ser que existe antes de poder ser definido em qualquer preceito, e que este ser é o homem ou, como diz Heidegger, a realidade humana. Que significará aqui o dizer-se que a existência precede a essência? Significa que o homem primeiramente existe, se descobre, surge nomundo; e que só depois se define. O homem, tal como o concebe o existencialista, se não é definível, é porque primeiramente não é nada. Só depois será alguma coisa e tal como a si próprio se fizer. Assim, não há natureza humana visto que não há Deus para conceber. O homem é, não apenas como ele se concebe, mas como ele quer que seja, como ele se concebe depois da existência, como ele se deseja apóseste impulso para a existência; o homem não é mais que o que ele faz. Tal é o primeiro princípio do existencialismo. É também a isso que se chama de subjetividade, e o que nos censuram sobre este mesmo nome. Mas, que queremos dizer nós com isso, se não que o homem tenha uma dignidade maior que uma pedra ou uma mesa? Porque o que nós queremos dizer é que o homem primeiro existe, ou seja, que o homem,antes de mais nada, é o que se lança para o futuro e o que é consciente de se projetar para o

2

futuro. (...) Mas, se verdadeiramente a existência precede a essência, o homem é responsável por aquilo que é. Assim, o primeiro esforço do existencialismo é o de pôr todo homem no domínio do que ele é de lhe atribuir a total responsabilidade da sua existência. E, quando dizemos que o homem éresponsável por si próprio, não queremos dizer que o homem é responsável pela sua restrita individualidade, mas que é responsável por todos os homens .1

1.1 Resumos: O Existencialismo Sartreano

O existencialismo sartreano sofre influências de Husserl, Heidegger, Jaspers e Max Scheler, chegando até as obras de Kierkegard (1813-1855), filósofo dinamarquês que se lançou contra a filosofia especulativa,opondo-lhe a filosofia existencial. Jean-Paul Sartre (1905-1980) escreveu O ser e o nada, sua principal obra filosófica, em 1943. Em 1938 já havia publicado o romance A náusea. Seu pensamento é muito conhecido e gerou uma “moda existencialista” também pelo fato de ele ter tornado famoso romancista e teatrólogo. Sua produção intelectual foi fortemente marcada pela Segunda Guerra Mundial e pela...
tracking img