O exercício da enfermagem frente ao paciente terminal

CURSO DE ENFERMAGEM





Clebson Martins







O EXERCÍCIO DA ENFERMAGEM FRENTE AO PACIENTE TERMINAL









MACEIÓ-AL
NOVEMBRO DE 2011




Clebson Martins



O EXERCÍCIO DA ENFERMAGEM FRENTE AO PACIENTE TERMINAL



Trabalho apresentado como requisito parcial
para obtenção de nota da disciplina de ética
e deontologia, do quarto período turma “a”
docurso de enfermagem da Sociedade de Ensino
Superior de Alagoas/ Faculdade de Alagoas,
sob a orientação da professora Regina Nunes.






MACEIÓ-AL
NOVEMBRO DE 2011
SUMÁRIO



1- INTRODUÇÃO................................................................................................................... 4

2-OBJETIVOS.........................................................................................................................5

• 2.1-GERAL.........................................................................................................5

• 2.2 ESPECÍFICOS..............................................................................................5

3- MATERIAL EMÉTODO...................................................................................................6

• 3.1 TIPO DA PESQUISA..................................................................................6

• 3.2 AMOSTRA...................................................................................................6

4- FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA......................................................................................7• 4.1 COMO LIDAMOS COM A MORTE?.........................................................7

• 4.2 CONCIÊNCIA DA MORTE........................................................................7

• 4.3 CUIDADOS PALIATIVOS....................................................................7e 8

• 4.4 ATITUDE DO ENFERMEIRO PERANTE AMORTE..............................8

• 4.5 AS REALAÇÕES INTERPESSOAIS COMO ESTRATEGIAS DE ENFERMAGEM FRENTE AO PACIENTE TERMINAL...............................9


• 4.6 O ENFERMEIRO FRENTE AO PACIENTE FORA DE POSSIBILIDADE TERAPEUTICA...............................................................................................10

5- RESULTADOS EDISCUSSÃO........................................................................................11

6- CONCLUSÃO.....................................................................................................................12

7-REFERÊNCIAS...................................................................................................................13





1- INTRODUÇÃO

No ambiente hospitalar o cuidar envolve,verdadeiramente, uma ação interativa. O processo de cuidar é definido como o desenvolvimento de ações, atitudes e comportamentos com base em conhecimento científico, experiência, intuição e pensamento crítico realizado para e com o cliente, cuidado no sentido de promover, manter e/ou recuperar sua dignidade e totalidade humana. A morte é um tema controverso que suscita nos enfermeiros sentimentos e atitudesdiversas. Embora faça parte do ciclo natural da vida, a morte é, ainda, nos dias de hoje, um assunto polêmico, por vezes evitado e por muitos não compreendidos, gerando medo e ansiedade. Uma vez que a enfermagem tem nos seus ideais o compromisso com a vida, lidar com a morte pode torna-se um acontecimento difícil e penoso, gerando uma multiplicidade de atitudes por parte dos profissionais deenfermagem. Durante a fase terminal, o paciente e sua família esgotam todas as suas perspectivas de regressão da doença.Baseado neste contexto questiona-se: O enfermeiro estaria psicologicamente preparado e com conhecimento técnico-cientifico para atender esse tipo de paciente. E a família? O enfermeiro deve envolver-se também com a família naquele momento?
O assunto veio a ser percebido nas atitudes...
tracking img