O estudo de asch

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1856 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Faculdade de Psicologia
1º Ciclo

Unidade curricular de Psicologia social

Conformismo e a influência social
O Estudo de Asch

Janeiro, 2013

Resumo
No âmbito deste estudo tentamos explicar os processos de pensamentos, e comportamentos dos indivíduos mediante determinadas influências todas elas do foro social.
Como forma deadequação à realidade e à interacção social, temos tendência para simplificar a informação, tentando compreender e explicar o nosso comportamento e o das outras pessoas.
Tal como Solomon Asch afirma, as pessoas alteram mutuamente as suas ideias e sentimentos e desta forma o conformismo é o factor mais nítido fazendo com que a influência seja a grande protagonista dos acontecimentos.Palavras-chave- influências, interacção social, sentimentos, conformismo
Introdução
O que é a psicologia social?
A psicologia social tenta compreender e explicar como os pensamentos, sentimentos e comportamentos dos indivíduos são influenciados pela presença actual, idealizada ou implicada de outros indivíduos. (allport, G.)
Na nossa relação com o mundo, e sobretudo comas outras pessoas, temos tendência a agir como psicólogos amadores, ou seja, a tentar compreender e explicar tanto o nosso comportamento como o dos outros. É uma forma de adequação ao meio ambiente e uma forma de simplificarmos a informação. Fritz Heider, que foi o percursor da teoria da atribuição, tinha esta perspectiva de que temos um conhecimento profundo de nós mesmos e dos outros e,portanto, vamos juntando informação até chegarmos a uma causa provável (interna ou externa) de um comportamento (Sousa, 2006). É natural, então, que comportamentos inesperados, sobretudo de outras pessoas, desencadeiem em nós processos de raciocínio causal, no sentido de compreender e explicar esse mesmo comportamento.
As teorias da atribuição causal, assim como as de percepção de pessoas e formaçãode impressões, resultam do pressuposto de que num mundo social complexo e tendo cada um de nós uma capacidade de atenção limitada, encontramos estratégias de simplificação que nos ajudam a economizar recursos cognitivos que são limitados. Daí utilizarmos processos de categorização, não só para toda a realidade social, mas também, e sobretudo, para as pessoas.
Conformismo e influência socialDe acordo com o Psicólogo Social  (Mucchiell) io conformismo é a maneira social que consiste em se submeter às normas, opiniões, regras, e modelos que representam o sistema de valores do grupo ao qual uma pessoa pode juntar-se com objectivo de ser tornar parte do grupo.
Solomon Ash afirma que a crença de que “pessoas, no mesmo campo, alteram as ideias, os sentimentos, as intenções e as açõesumas das outras. Não se pode entrar num campo social e estar livre de seus efeitos.” (Vol. II, 1960. p. 129) As acções do observador executam influências sobre o grupo observado, expondo ideias certas e erradas.
As conjunturas sociais nas quais esta interacção irá ocorrer também são importantes, pois determinam se os interesses e propósitos serão bem sucedidos. Ash comenta que “os efeitos são,muitas vezes, surpreendentemente fortes”.
O que Michener denomina de influência aberta, Ash chama de manipulação pessoal e é a base da influência social. As formas pelas quais este fenómeno pode acontecer, encontram-se no uso da comunicação persuasiva para mudar as atitudes ou as crenças do alvo; o uso de ameaças ou promessas para obter aprovação; e o uso de ordens com base na autoridadelegítima para obter igualmente pontos a favor. 
Os estudos de Asch foram realizados com participantes de uma sociedade individualista, nos estados unidos. Muitos destes participantes conformaram-se com as respostas, mas relataram um sentimento de desconforto devido á percepção do contraste das suas respostas com as respostas dos outros sujeitos. Verifica-se então que o padrão comportamental é...
tracking img