O estado e os problemas contemporaneos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL

PROGRAMA NACIONAL DE ADMINISTRACAO PUBLICA

POS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO PUBLICA

VAGNER RAMOS SANTANA

O ESTADO E OS PROBLEMAS CONTEMPORANEOS

NOVA OLIMPIA-MT, 19 DE FEVEREIRO DE 2011.

1) Pesquise, no site do MEC, o IDEB de sua cidade e de duas ou três outras, na mesma região. Consulte também os dados do IBGE daPesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, relativos à distribuição de renda da população dos municípios ou região já selecionados. De posse destes dados, analise a relação entre renda da população e o IDEB dos municípios selecionados e compartilhe sua análise com os colegas no Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem.

INDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCACAO BASICA - IDEB

|Ideb Observado|Metas Projetadas |
|Município[pic] |2005[pic] |2007[pic] |
|Município[pic] |2005[pic] |2007[pic] |

Município[pic]|2005[pic] |2007[pic] |2009[pic] |2007[pic] |2009[pic] |2011[pic] |2013[pic] |2015[pic] |2017[pic] |2019[pic] |2021[pic] | |NOVA OLIMPIA |2.7 |3.5 |4.0 |2.8 |2.9 |3.2 |3.6 |4.0 |4.2 |4.5 |4.8 | |

Não há uma relação clara entre iniquidade da educação e desigualdade econômica. Ao contrário, municípios que apresentam coeficiente de Gini bastante similar possuem coeficientes de variação derendimento na educação bem diferentes.

Segundo o ministro da Educação, Fernando Haddad, dinheiro explica apenas 50% dos resultados de desempenho de uma escola, cidade ou Estado.O restante depende de boa gestão, projetos pedagógicos consistentes e envolvimento.
Como vemos a educação é fruto da boa gestão dos recursos e projetos pedagógicos, é claro que dinheiro ajuda, mas não é tudo, astabelas acima indicam o IDEB de Nova Olímpia, 17 mil habitantes, Barra do Bugres, 23 habitantes e tangara da serra Pólo regional com destaque nacional de produção agrícola e pecuária com cerca de 84 mil habitantes, e quando observados vemos que os índices são iguais e os avanços maiores nos municípios menores, com menos rendimento econômico.

2) Com base no que estudamos neste livro, comente, emno máximo duas páginas, a importância do SUS para a redução das desigualdades sociais e ampliação da cidadania dos brasileiros.

Sabemos da importância do SUS ao longo desses anos para incluir pessoas que eram absolutamente desassistidas do serviço de saúde ou de qualquer outra promoção de cidadania neste país, mas sabemos também, o que é outra contradição, que o fato das pessoas, ao serematendidas no SUS, é isso o que as pesquisas mostram, elas saem dizendo que o atendimento foi satisfatório.

O debate atual da saúde como um direito humano reflete na consolidação do SUS como uma política viável cuja reorientação do sistema de serviços de saúde, não é o ponto mais importante, e sim a busca em responder de forma mais efetiva os desafios para promoção a saúde pública,promovendo também a redução das desigualdades sociais impostas por uma sociedade capitalista e por um governo ausente.

É indiscutível que a condição socioeconômica e educacional da população contribui para aumentar o risco de adoecer, tanto quanto os fatores ambientais e biológicos. Fatores socioeconômicos, como renda, educação, qualidade de moradia e ambiente de trabalho, determinantes sociaisda saúde, são tão ou mais importantes que a assistência médica. A pobreza e as privações que ela implica em termos de nutrição, educação, moradia e falta de cuidados médicos têm impacto direto e significativo na saúde das pessoas.

Assim o SUS ajuda na diminuição da desigualdade social pois se a população de abaixo da linha da pobreza fosse arcar com despesas medicas, não teriam para a...
tracking img