O espaço sócio-ocupacional da mulher na sociedade machista

Páginas: 11 (2659 palavras) Publicado: 24 de novembro de 2011
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS – UNITINS

CURSO SERVIÇO SOCIAL

DORALICE

JEANNY

MESHADA MUSTAFA MUHD MASHINI

OLGA LESMO

O ESPAÇO SÓCIO-OCUPACIONAL DA MULHER NA SOCIEDADE MACHISTA

NOBRES, AGOSTO DE 2010.

DORALICE

JEANNY

MESHADA MUSTAFA MUHD MASHINI

OLGA LESMO

O ESPAÇO SÓCIO-OCUPACIONAL DA MULHER NA SOCIEDADE MACHISTATrabalho de Conclusão de Curso, apresentado

para obtenção do grau de assistente social no

Curso de Serviço Social da Fundação

Universidade do Tocantins – UNITINS

NOBRES, AGOSTO 2010.RESUMO

PALAVRAS CHAVE

1 – INTRODUÇÃO

2 – A HISTORIA DA MULHER

3 – QUEBRANDO PARADIGMAS

4 – ELAS DEIXARAM SUA MARCA

5 – A MULHER BRASILEIRA NO MERCADO DE TRABALHO

6 – DADOS ESTATRISTICOS

7 – MULHERES CONTEMPORANEAS

8 – CONSIDERAÇÕES FINAIS

9 – BIBLIOGRAFIA

.O ESPAÇO SOCIO-OCUPACIONAL DA MULHER NA SOCIEDADE MACHISTA – MERCADO DE TRABALHO

Resumo

O presente artigocientífico de revisão bibliográfica tem por objetivo investigar a evolução histórica da mulher através dos tempos e a sua luta para conquistar o seu espaço dentro de uma sociedade machista, onde a mesma é vista como um objeto frágil e incapaz de gerir a própria vida e conduzir a sua história, sendo vítima de preconceitos e discriminações de todos os tipos, culturalmente aceitos e naturalizados,até mesmo pela sociedade contemporânea.

Palavras-chave: mulher, mercado de trabalho, desigualdade social, gênero.

A História da Mulher

A mulher desde tempos antigos sempre teve um papel de pouco destaque em relação aos homens. Sempre foi vista como um ser inferior e incapaz de pensar por si só.

Desde a pré-história o homem sempre se ocupou de atividades que exigiam força física,violência e rapidez, principalmente a caça, cabendo às mulheres atividades mais lentas e rotineiras como o artesanato e agricultura, devido a sua constituição física: estrutura óssea menor, caixa craniana pequena, peso mais baixo, menstruações, gravidez e parto, amamentação, menopausa.

Diderot, citado por Badinter, afirma que a especificidade feminina reside nos órgãos genitais. O útero é a suaessência e determina os seus pensamentos e sentimentos. Segundo ele o destino das mulheres é passar pelas dores da menstruação e parto, bem como submeter-se ao prazer dos homens e sua reprodução.

Submetidas sempre ao poder dos homens, quando crianças viviam sob o jugo do pai, quando moças repassadas ao poder do marido, senhor soberano.

Às mulheres cabia a educação dos filhos e os cuidados com a casasomente. Ao homens cabia o domínio, o poder, o dinheiro, o prazer.

Durante muito tempo a mulher submeteu-se aos caprichos do homem, sendo-lhe permitido ter como atividade os bordados e costuras exclusivamente voltados para o próprio consumo. Eram atividades da mulher dona-de-casa, digna e prendada. Outras atividades eram essencialmente masculinas e desproviam a mulher de beleza e dignidade,além de desviá-las de sua verdadeira missão: a maternidade.

Durante muito tempo a única ocupação que as mulheres dignas e providas de moral podiam ter era com os afazeres da Igreja Católica. Eram grandes aliadas dos Padres nos trabalhos de assistência e caridade aos menos desprovidos.

A mulher adentrava o mercado do trabalho remunerado somente em casos de viuvez ou se solteira e semcondições de casar. As atividades eram limitadas como a fabricação de doces e compotas, costuras, bordados, aulas de piano, atividades que eram mal vistas pela sociedade.

QUEBRANDO PARADIGMAS

Durante muito tempo as mulheres foram consideradas seres inferiores. Para os homens a primeira causa de sua inferioridade moral era a instrução que recebiam, primeiro em casa, de suas mães, depois, quando...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • espaço socio ocupacional
  • os espaços socio ocupacionais do assistente social
  • OS ESPAÇOS SÓCIOS OCUPACIONAIS DO ASSISTENTE SOCIAL
  • Os espaços sócio-ocupacionais do assistente social
  • Espaço socio-ocupacionais do Assistente Social
  • Os espaços Socio- ocupacionais da assistente social
  • OS ESPAÇOS SÓCIO OCUPACIONAIS DO ASSISTENTE SOCIAL
  • Os espaços sócio-ocupacionais do assistente social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!