O espaço fisico na educação inclusiva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (426 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA MUNICIPAL HELENA KOLODY









Competências Básicas



















Tutora do curso: Simone Sá WerlingueAlunas: Denise de Andrade

Edna Trajano

Verônica RamosPrado Ferreira – 2012



O espaço fisico na educação inclusiva

Na atualidade observa-se um aumento acentuado de matrículas de alunos portadores de necessidades especiais noensino fundamental comum em todos ambitos para que segundo a fala constante nos PCN, a sociedade os compreenda com parte integrante e para que os mesmos possam se sentir dessa forma inseridos eigualados, com os mesmos direitos; mesmo que parcialmente incidida as diretrizes curriculares, estão marcadas por insuficências/indefinições, estabelecendo o seguinte quadro de que o Estado cumpreparcialmente os compromissos da educação assumindo um papel ambíguo frente ao processo de inclusão na educação fundamental da educação de alunos especiais; a versão preliminar (BRASIL, 2007) ainda em discussão,aponta uma afirmativa do direito a inclusão no discurso do compromisso da escola regular, deixando subentendido o ensino diferenciado, necessário ao educando portador de necessidades especiais;mencionando que há determinações legais que não estão em vigência estabelecidas em discurso citado acima.

O espaço físico e a adequação do ambiente em que o educando portador de necessidades especiaisencontra-se inserido necessitam de adequações tais como banheiro, quadra de esporte, as salas de aula constando as específicas como biblioteca, computação, vídeo, o pátio a entrada, o horário da saída eo horário do recreio, etc.

A Escola tem consciência da precisão das adequações necessárias nos espaços da instituição para receber o aluno especial, mas não consegue ter autonomia para poder...
tracking img