O erro de descartes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4976 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO DO LIVRO “O ERRO DE DESCARTES: EMOÇÃO, RAZÃO E O CÉREBRO HUMANO” – 1ª PARTE




A primeira parte do livro apresenta casos intrigantes de pessoas com lesões cerebrais .Um deles é o caso de Phineas Gage em 1848. Ele foi um trabalhador da construção de ferrovias, exercendo a função de explodir os obstáculos para a passagem dos trilhos, socando dinamite, em um buraco feito na rocha comuma barra de ferro de mais ou menos um metro de comprimento por três centímetros de largura, por acaso, no exercício de seu trabalho, provocou uma explosão prematuramente e foi atingido pela barra de ferro, que atravessou o osso frontal até o cérebro, ferindo o córtex pré-frontal e espantosamente não veio a falecer. Entretanto, depois deste acidente, Gage passou a se comportar de uma maneiraestranha. Ele que antes era uma pessoa responsável e trabalhadora, tornou-se imprevisível e com uma grande dificuldade em tomar decisões. Sua personalidade não era a mesma desde o acidente. Apesar disso, o seu raciocínio lógico, a sua memória consciente e habilidades linguísticas encontravam-se normais.
Podemos hoje em dia perceber exatamente o que aconteceu a partir do relato que o Dr. Harlowelaborou há vinte anos após o acidente. Gage podia tocar, ouvir, sentir, e nem os membros nem a língua estavam paralisados. No entanto, tal como Harlow relata o equilíbrio, por assim dizer, entre suas faculdades intelectuais e suas propensões animais fora destruído. Gage agora se mostrava caprichoso, irreverente e usava linguagem obscena, o que não era de costume. A mudança foi tão radical que seusamigos não o reconheciam e seus patrões tiveram que dispensa-lo por causa da sua mudança de caráter. Não pode mais ser um capataz por isso teve que aceitar outros tipos de emprego, e não conseguia parar em nenhum, pois tinha agora uma personalidade difícil. Acabou se tornando atração de circo ele e o ferro do acidente que tinha se tornado seu companheiro. Gage nutria agora uma forte ligação comobjetos e animais, essa característica é chamada hoje de comportamento de colecionador.
Em 1859, 4 anos após o acidente a saúde de Gage começou a se deteriorar, 1860 Gage voltou a morar nos EUA com a irmã e com a mãe, conseguiu um emprego mais não conseguia ficar muito tempo em um lugar só. Gage começou sofrer de ataques epiléticos e morreu no dia 21 de maio de 1961 após uma doença que se prolongou,teve uma grande convulsão seguida de varias outras e não recobrou os sentidos.
Por que razão contar esta história? A resposta é simples. Enquanto outros casos de lesões neurológicas, ocorridas na mesma época, revelaram que o cérebro era o alicerce da linguagem, da percepção e das funções motoras, a história de Gage sugeriu involuntariamente que algo no cérebro estava envolvido especialmente empropriedades humanas únicas e que entre elas se encontra a capacidade de antecipar o futuro e de elaborar planos.
A diferença entre o seu caráter degenerado e a integridade dos vários instrumentos da mente como a atenção, percepção, memória, linguagem, inteligência. Deixava clara a dissociação, isso se da quando uma ou mais atuações no contexto de um perfil geral de operações estão desenquadradasdo resto isso foi o que o que ocorreu no caso de Gage.
O fato de Gage ter sobrevivido foi registrado, as modificações de seu comportamento teve uma grande parte perdida, isso se deu pelo fato de na época estar surgindo duas perspectivas. Uma defendia que as funções psicológicas jamais poderiam ser atribuídas apenas a uma região do cérebro, ou seja, via o cérebro como um todo e não como umconjunto de partes com funções específicas. A outra defendia que, o cérebro possuía partes especializadas que davam origem a funções mentais distintas.
Outros casos posteriores que também apresentavam lesões do córtex frontal demonstravam uma incapacidade em tomar decisões. A tentativa de compreender a alteração do comportamento de Gage significaria acreditar que a conduta social normal requeria uma...
tracking img