O entre guerras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1257 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Entre Guerras


A Primeira Guerra Mundial

A inédita violência da Grande Guerra modificou engessou também a diplomacia de guerra.

Durante os combates, os fins imaginados antes do início do conflito – domínio territorial da Alsácia e da Lorena; esferas de influência nos Bálcãs; predomínio dos mares – deixaram de ter qualquer importância.

A guerra tornou-se um fim em si mesmo. Amorte de milhões de jovens (em algumas faixas etárias, a morte de homens chegou a quase 40%) fez com que os Estados não aceitassem qualquer outro fim para a guerra a não ser a completa derrota do inimigo.

Os combates

A Alemanha venceu a guerra na Frente Oriental. O desgaste da guerra fez com que a Rússia sofresse duas revoluções em 1917, em fevereiro e em outubro – a segunda levaria oPartido Comunista de Lênin ao poder.

Em março de 1918, foi assinado o Tratado de Brest-Litovsk. Um terço da Rússia europeia foi anexada pela Alemanha.

Na Frente Ocidental, a assassina e aparentemente sem sentido guerra de trincheiras ficou travada por quase toda a guerra numa mesma linha vertical norte-sul.

O Plano Schlieffen não deu resultado. O cerco a Paris não foi completado. O “atalho”para Paris foi contido e, depois da Batalha do Marne, totalmente interrompido. Depois da Corrida para o Mar, a frente de batalha congelou.

Somente em 1918 houve mobilidade. Motivados pela entrada dos Estados Unidos na guerra (em abril de 1917), os alemães, com os reforços da Frente Oriental, fizeram uma última e gigantesca investida, que chegou a se aproximar de Paris. Foi contida.

AAlemanha, absolutamente exaurida, desistiu. Berlim reconheceu a derrota quando a guerra ainda não chegara ao território alemão.


Situação do imediato pós-guerra

França e Reino Unido – vitoriosos, mas exaustos

Áustria – deixou de ser uma potência, tornando-se um Estado secundário

Rússia – a dinastia Romanov perdeu o poder e a vida. Surge primeiro Estado comunista do mundo, num Estadosem proletários

Estados Unidos – ajuda limitada na vitória, potência industrial

Alemanha – desgastada, ofendida com os termos da derrota, mas em boa posição geoestratégica




Os 14 Pontos de Wilson


Em janeiro de 1918 (portando, quando os EUA já estavam na guerra), o presidente estadunidense Woodrow Wilson fez um discurso no qual anunciou quais deveriam ser as condiçõespara o fim da guerra – o surgimento de um novo sistema internacional.

Suas principais premissas eram: paz como um princípio legal; segurança coletiva; autodeterminação dos povos.

Seus 14 Pontos eram divididos entre 8 obrigatórios e 6 desejáveis. São eles:

Obrigatórios

1 – Diplomacia aberta. Fim dos tratados secretos

2 – Liberdade de uso dos mares

3 – Desarmamento

4 – Fimdo protecionismo no comércio internacional

5 – Resolução pacífica de pleitos coloniais

6 – Integridade da Bélgica

7 – Retirada das forças de ocupação da Rússia

8 – Criação da Sociedade das Nações

Desejáveis

9 – Retorno da Alsácia e da Lorena para a França

10 – Autodeterminação para povos que estavam dentro dos impérios Austro-Húngaro e Otomano

11 – Ajuste dasfronteiras da Itália

12 – Retiradas das forças militares dos Bálcãs

13 – Internacionalização do Estreito de Dardanelos

14 – Polônia independente com acesso ao mar

Tratado de Versalhes


Os acordos de paz do final da guerra foram assinados em 1919 e 1920.

Os Tratados de Saint-Germain-en-Laye e de Trianon decidiram o desmantelamento do Império Austro-Húngaro. Este Estado perdeu 72%de seu território.

No Tratado de Sèvres o Império Otomano foi desmantelado. A Turquia só se tornaria um Estado independente depois de uma guerra civil e de uma guerra contra a Grécia, tornando-se um Estado laico, inteiramente diferente do império em termos institucionais.

O mais conhecido dos tratados foi o assinado em 1919 no Palácio de Versalhes, em Paris.

Diferentemente do...
tracking img