O ensino de geografia e sua significação para os alunos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2734 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O ensino de Geografia e sua significação para os educandos


Mineia Venturini Menezes
Graduada em Geografia e Especialista em Análise do Espaço Geográfico – UESB
mineiaventurini@yahoo.com.br

Resumo: O processo de ensino e aprendizagem está intrinsecamente ligado à construção do conhecimento através de experiências vividas no cotidiano e da realidade vivenciada por alunos eprofessores que são os principais agentes desse processo. O objetivo deste trabalho é analisar a realidade vivida em sala de aula, relatar as atividades desenvolvidas, bem como discutir sobre as informações coletadas através de questionários durante o estágio supervisionado. Após os levantamentos dos dados pode-se realizar um trabalho voltado pra atender a realidade da sala. Este artigo vemmostrando os conceitos sobre educação e o ensino de Geografia, como o profissional tem se comportado e como tem se dado o processo de ensino e aprendizagem. Palavras Chave: Educação; Estágio Supervisionado; Geografia.

Introdução


A Geografia nas últimas décadas tem passado por um período de intenso debate e várias mudanças no decorrer da história, passando por diversas correntes no Brasil,na década de 70 do século XX, numa etapa chamada por alguns de Geografia Crítica, que centrava no ser humano e suas relações sociais e de trabalho, sendo necessário que a Geografia assuma um papel que a diferencie de uma geografia meramente descritiva, tornando-se uma ciência social. Sendo assim, de acordo com Almeida (1989), a Geografia passa a contar com conhecimentos e metodologias em basescriticamente analisadas, capazes de proporcionar ao educando condições de compreender as transformações que ocorrem em todo momento no espaço geográfico.
Diante dessas transformações a Geografia é resgatada como ciência capaz de implantar conhecimentos que poderiam ser utilizados de forma mais assertiva na construção de uma nova realidade social. Neste contexto, o conhecimento geográfico irápermitir ao educador e educando relacionar os conteúdos aos fenômenos que estão ocorrendo no momento atual dentro da sociedade, proporcionando ao educando uma formação crítica e contribuindo para torná-los cidadãos conscientes capazes de interferir na sociedade.
O ritmo das transformações tecnológicas e cientificas do mundo atual são impressionantes, e neste contexto de mudanças constantes, aescola, e em especial o ensino de Geografia, se deparam com o desafio de este ritmo nas salas de aula. O universo das mudanças atinge todo o espaço no qual o homem está inserido. É neste contexto que se deve discutir o verdadeiro papel do ensino de Geografia, ensino este pautado numa ferramenta de contribuição para formação do cidadão. Um cidadão capaz de reconhecer o mundo em que vive, capaz depensar e de agir, construindo sua história. Para isso, é necessário tirar a Geografia do tradicional, somente dentro da sala de aula, é preciso levá-la para a realidade do aluno.
Segundo Andrade (1989), para que a Geografia possa levar a cidadania, é preciso implementar algumas mudanças. As aulas devem ser dadas de forma que o aluno sinta-se como parte integrante do que está sendoensinado/aprendido, o professor deve levar o aluno a pensar criticamente, deve-se utilizar os conhecimentos e vivencias prévias do aluno, para construir um modo crítico de raciocínio, também resgatar valores indispensáveis para a manutenção da vida humana e por fim, alertar sobre forças ideológicas que interferem nas relações cotidianas dos alunos, desde um comercial de televisão até o próprio livrodidático.
De acordo com Oliveira (2002), também é necessário levar em consideração à dialética na Geografia, diferente dos demais métodos, o método dialético, traz consigo a recuperação de um espaço crítico que a Geografia precisa ter. Portanto a Geografia que incorpora a dialética é uma Geografia essencialmente crítica, produzindo assim, uma ciência viva. Pois a ciência que não se renova não...
tracking img