O ensino da literatura: a escola como incentivador de leitores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4396 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O ENSINO DA LITERATURA: A ESCOLA COMO INCENTIVADOR DE LEITORES
Erika Costeira
Isabella Cardoso[1]







Resumo
O presente artigo analisa e compreende de forma crítica o papel das escolaspúblicas e particulares de Belém como incentivadores no processo de formação de leitores, tendo como sujeitos seus próprios alunos. Para isso, foram feitas duas pesquisas quantitativas: com professores que lecionam Literatura nas respectivas escolas e que dão suas opiniões acerca dos incentivos que a mesma dá a seus alunos e de como elas deveriam se impor como instituição educacional, e com alunosdessas escolas que comentam e opinam sobre a didática dos professores e sobre escola. Durante a pesquisa foram aplicados dois questionários: o primeiro com sete perguntas sócio-econômicas e quatro perguntas que focam o ensino de literatura, para um grupo de professores; o segundo com uma pergunta de caráter informativo e quatro perguntas que focam a relação dos alunos oriundos de escolas particularese públicas com os professores e a literatura. Os resultados oriundos de nossa pesquisa foram analisados e apresentados em forma de gráficos, constatando-se que: a maioria dos professores e todos os alunos das escolas públicas e particulares pesquisadas consideram que a instituição escolar não propicia um maior incentivo quanto à formação de leitores críticos; há uma maior variedade de materiaisdidáticos utilizado pelos professores da escola pública, em comparação com os professores das escolas particulares; ambos os professores utilizam cânones e textos contemporâneos, porém, os professores de escolas públicas afirmaram que têm algumas dificuldades nesse ensino de literatura; o material didático mais utilizado nos dois tipos de escola é o livro didático e a metodologia mais utilizadapelos professores são resumos de obras literárias.

PALAVRAS- CHAVE: Ensino de Literatura. Escolas. Leitores.


INTRODUÇÃO

A literatura é a representação da expressão mais complexa e elaborada de um espaço cultural e a expressão do próprio homem, através dela viajamos no tempo, encontramos universos paralelos, etc. Conduz ao autoconhecimento e à imaginação, tudo através do simbolismomágico da linguagem verbal e não-verbal. Ou seja, o termo literatura designa algo vivo, dinâmico e em constante transformação; é um fato social e um eficiente meio de interligar o mundo particular de cada aluno com o exterior, através da interdisciplinaridade e intertextualidade. Ela desenvolve a criatividade humana e leva a refletir sobre o individuo e a sociedade.
Porém, grande parte dos métodosde ensino-aprendizagem utilizado nas escolas atualmente não desenvolve esse potencial no aluno, não favorece a construção de saberes para a formação de indivíduos críticos que a sociedade tanto necessita. Poucos alunos têm a chance de se formar verdadeiros leitores. Estes geralmente são a minoria que tiveram experiências fora do âmbito escolar através de convívio e incentivo dos pais e puderamtanto ter acesso a diversas obras literárias, quanto aperfeiçoar sua leitura. Cabe ao professor, com o apoio da escola, construir metodologias que permitam alcançar seus alunos, sempre procurando prender a atenção desse aluno mantendo-o motivado para a aula sem deixar de lado o conteúdo a ser repassado.
Também há a problemática do uso dos livros didáticos que são “descartáveis” por conservareminformações momentâneas, o que impede sua reutilização; assim como oferecem respostas prontas aos professores (algumas vezes erradas), criando um estereótipo de aula e mantendo professores e alunos “escravos” desse material. Os livros didáticos também não contêm textos longos, talvez para facilitar a organização ou para não cansar o aluno, o autor utiliza de fragmentos e assim não mostra ao aluno...
tracking img