O enfrentamento da violência contra a mulher: um resgate da auto-estima

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O enfrentamento da violência contra a mulher:
um resgate da auto-estima 1
Adriano Ricken Barone* & Cristina Vilela de Carvalho**
Resumo
Este artigo aborda a violência contra a mulher seguindo um referencial psicanalítico.
Analisa aspectos de uma psicoterapia realizada no contexto de estágio clínico
supervisionado do 5º ano do curso de Psicologia de uma universidade pública. Trataespecificamente dos sintomas que uma paciente de 41 anos apresenta ao longo das sessões
e do desenvolvimento de seu processo psicoterápico, com a ampliação de aspectos como a
independência e a conquista da auto-estima, muito prejudicados pelo relacionamento da
paciente com o marido, que cometia atos de violência física e psicológica contra ela e os
filhos do casal. O método utilizado foi o estudo decaso na perspectiva clínica, observando,
a partir de vinhetas, as manifestações dos conflitos e o seu trabalho na relação terapêutica.
Em um referencial psicanalítico bioniano, ressalta-se que o terapeuta deve buscar propiciar
o crescimento mental do paciente, visando a que este desenvolva suas capacidades
psíquicas de pensar, conhecer, discriminar e verbalizar.
Palavras-chave: violência;mulher; psicanálise.
1. Introdução
A violência contra a mulher constitui um tema em destaque no contexto da sociedade
brasileira, pois diariamente mulheres sofrem violência doméstica de caráter físico e
psicológico. Segundo dados de uma pesquisa realizada pela Fundação Perseu Abramo
(2001), aproximadamente 19% das brasileiras já sofreram algum tipo de violência por
parte de homens. Nesse estudo,33% das mulheres entrevistadas admitiram já ter sido
vítimas de alguma forma de violência física e 27% declararam ter sofrido violências
psíquicas. Destas, 12% por ameaça de espancamento a si e aos filhos e 12% pela vivência
de desrespeito e desqualificação constantes de seu trabalho, dentro ou fora de casa.
Ademais, 18% das mulheres com filhos relataram críticas sistemáticas à sua atuaçãocomo
mães. Entre as principais causas da violência destacaram-se o ciúme e o alcoolismo. Deste
modo, percebe-se que o tema abordado é de importância no contexto de uma sociedade que
ainda oprime e desrespeita cotidianamente a mulher e seu papel.
Segundo Triviños (2006), o estudo de caso é um tipo de pesquisa qualitativa em que o
objeto de estudo deve ser analisado, num primeiro momento, em seuspormenores,
costumes e modos de enfrentar seus problemas pessoais e, posteriormente, observado na
totalidade de suas relações sociais, ou seja, em como o indivíduo reproduz suas atitudes em
seu contexto social mais amplo. O conteúdo das sessões foi analisado segundo a
1 Este artigo é uma versão modificada do relatório de conclusão do estágio clínico supervisionado do 5º ano
do curso dePsicologia de uma universidade pública, desenvolvido pelo primeiro autor e orientado pela
segunda.
* Psicólogo, Especialista em Saúde Mental e Intervenção Psicológica pelo Departamento de Psicologia da
Universidade Estadual de Maringá (DPI/UEM). E-mail: rickenbarone@hotmail.com.
** Psicóloga, Mestre em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, professora
assistente doDepartamento de Psicologia da Universidade Estadual de Maringá, membro do Núcleo de
Estudos e Pesquisas Sobre Desenvolvimento Humano (DPI-UEM). E-mail: cvilelac@wnet.com.br
Revista Espaço Acadêmico, nº 95, abril de 2009
http://www.espacoacademico.com.br/095/95barone-carvalho.pdf
2
psicanálise, método psicoterapêutico que procura investigar o aspecto inconsciente das
palavras, ações e produçõesimaginárias do paciente (Laplanche e Pontalis, 2001).
Entende-se que a violência consiste em toda ação traumática que leva a mente a se
desestruturar ou a reagir por meio de mecanismos defensivos, inserindo-se nesses
mecanismos situações em que o indivíduo se isola ou se torna agressivo com o outro. Ao
sofrer a violência, o indivíduo é colocado em condição de não poder ter satisfação, ou de...
tracking img