O enfermeiro de uti

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2432 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Enfermeiro de Unidade de Tratamento Intensivo:
Refletindo sobre seu Papel

Resumo. Trata-se de um estudo descritivo que objetivou discorrer sobre o papel do
enfermeiro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O papel do enfermeiro na UTI
consiste em obter a história do paciente, fazer exame físico, executar tratamento,
aconselhando e ensinando a manutenção da saúde e orientando osenfermos para
uma continuidade do tratamento e medidas, compete ainda a este profissional
cuidar do indivíduo nas diferentes situações críticas dentro da UTI, de forma
integrada e contínua com os membros da equipe de saúde, para isso o enfermeiro
de UTI precisa pensar criticamente analisando os problemas e encontrando
soluções para os mesmos, assegurando sempre sua prática dentro dosprincípios
éticos e bioéticos da profissão.Compete ainda a este profissional avaliar,
sistematizar e decidir sobre o uso apropriado de recursos humanos, físicos,
materiais e de informação no cuidado ao paciente de terapia intensiva, visando o
trabalho em equipe, a eficácia e custo-efetividade. No que se refere a educação o
enfermeiro de Terapia intensiva , deve ter um compromisso contínuo comseu próprio desenvolvimento profissional, sendo capaz de atuar nos processos
educativos dos profissionais da equipe de saúde, em situações de trabalho,
proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os profissionais,
responsabilizando-se ainda pelo processo de educação em saúde dos indivíduos e
familiares sob seu cuidado, reconhecendo o contexto de vida e os hábitos sócio-econômico e cultural destes, contribuindo com a qualificação da prática
profissional , construindo novos hábitos e desmistificando os conceitos
inadequados atribuídos a UTI.
Palavras-Chave. Enfermagem; Unidades de Terapia Intensiva; Papel do
Enfermeiro
1. Introdução
O trabalho em Unidade de Tratamento Intensivo (U.T.I) é complexo e intenso,
devendo o enfermeiro estar preparado para aqualquer momento, atender pacientes com
alterações hemodinâmicas importantes, as quais requerem conhecimento específico e grande
habilidade para tomar decisões e implementá-las em tempo hábil. Desta forma, pode-se supor
que o enfermeiro desempenha importante papel no âmbito da Unidade de Terapia Intensiva.
O Cuidado Intensivo dispensado a pacientes críticos, torna-se mais eficaz quandodesenvolvido em unidades específicas, que propiciam recursos e facilidades para a sua
progressiva recuperação (Gomes, 1988).
Desta forma, o citado autor ressalta que o enfermeiro de U.T.I precisa estar capacitado
a exercer atividades de maior complexidade, para as quais é necessária a autoconfiança
respaldada no conhecimento científico para que este possa conduzir o atendimento do
pacientecom segurança. Para tal, o treinamento deste profissional é imprescindível para o
alcance do resultado esperado. De acordo com Gratton (2000) a tecnologia pode ser copiada;
assim, o grande diferencial no mercado competitivo são as pessoas. Desta forma o preparo
adequado do profissional constitui um importante instrumento para o sucesso e a qualidade do
cuidado prestado na UTI.Considerando a importância da atuação do enfermeiro de Terapia Intensiva e aspectos
teóricos anteriormente citados, este estudo tem o objetivo de discorrer sobre o papel do
enfermeiro na Unidade de Terapia Intensiva.
2. Desenvolvimento
2.1 Unidade De Tratamento Intensivo- UTI
As UTIs foram criadas a partir da necessidade de atendimento do cliente cujo estado
crítico exigia assistência eobservação contínua de médicos e enfermeiros. Esta preocupação
iniciou-se com Florence Nightingale, durante a guerra da Criméia no século XIX, que
procurou selecionar indivíduos mais graves, acomodando-os de forma a favorecer o cuidado
imediato
As UTIs surgiram ainda, a partir da necessidade de aperfeiçoamento e concentração
de recursos materiais e humanos para o atendimento a pacientes...
tracking img