O discurso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2330 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
4
DISCURSO, ENUNCIADO, TEXTO
1. A noção de discurso
Desde o início deste livro estamos tratando não da linguagem nem da língua, mas sim do que chamamos discurso. O que se entende por isso?
Os empregos usuais
No uso comum, chamamos de "discurso" os enunciados solenes ("o presidente fez um discurso"), ou, pejorativamente, as falas inconsequentes ("tudo isso é só discurso"). O termo podeigualmente designar qualquer uso restrito da língua: "o discurso islâmico", "o discurso político", "o discurso administrativo", "o discurso polémico", "o discurso dos jovens" etc. Nesse emprego, "discurso" é constantemente ambíguo, pois pode designar tanto o sistema que permite produzir um conjunto de textos, quanto o próprio conjunto de textos produzidos: "o discurso comunista" é tanto o conjunto detextos produzidos por comunistas, quanto o sistema que permite produzir esses textos e outros ainda, igualmente qualificados como textos comunistas.
Um certo número de locutores conhece também uma distinção que vem da linguística: a distinção entre "discurso" e "narrativa" (ou "história"). Essa distinção estabelecida por Émile Benveniste é, com

ta
52
ANALISE DE TEXTOS DE COMUNICAÇÃODISCURSO, ENUNCIADO, TEXTO


efeito, amplamente explorada no ensino médio.* Ela opõe um tipo de enunciação ancorado na situação de enunciação (por exemplo, "Você virá amanhã") a um outro, isolado da situação de enunciação (por exemplo, "César atacou os inimigos e os venceu") (ver capítulo 10, item 1).
Nas ciências da linguagem
Atualmente vemos proliferar o termo "discurso" nas ciências dalinguagem. Emprega-se tanto no singular ("o domínio do discurso", "a análise do discurso" etc.) quanto no plural ("os discursos se inscrevem em contextos" etc.), conforme ele se refira à atividade verbal em geral ou a cada evento de fala.
A noção de "discurso" é muito utilizada por ser o sintoma de uma modificação em nossa maneira de conceber a linguagem. Em grande parte, essa modificação resulta dainfluência de diversas correntes das ciências humanas reunidas frequentemente sob a etiqueta da pragmática. Mais que uma doutrina, a pragmática constitui, com efeito, uma certa maneira de apreender a comunicação verbal. Ao utilizar o termo "discurso", é a esse modo de apreensão que se remete implicitamente. Vejamos algumas de suas características essenciais:
O discurso é uma organização situada paraalém da frase
Isto não quer dizer que todo discurso se manifeste por sequências de palavras de dimensões obrigatoriamente superiores à frase, mas sim que ele mobiliza estruturas de uma outra ordem que as da frase. Um provérbio ou uma interdição como "Proibido fumar" são discursos, formam uma unidade completa, mesmo sendo constituídos por uma única frase. Os discursos, enquanto unidadestransfrásticas, estão submetidos a regras de organização vigentes em um grupo social determinado: regras que governam uma narrativa, um diálogo, uma argumentação; regras relativas ao plano de texto (umfait divers não pode ser dividido como uma dissertação ou como um manual de instruções); regras sobre a extensão do enunciado etc.
O discurso é orientado
O discurso é "orientado" não somente porque é concebidoem função de uma perspectiva assumida pelo locutor,** mas também por-
A observação feita pelo autor diz respeito à realidade do ensino médio na França. (N.T.) * No original, "une visée du locuteur". (N.T.)

que se desenvolve no tempo, de maneira linear. O discurso se constrói, com efeito, em função de uma finalidade, devendo, supostamentc, dirigir-se para algum lugar. Mas ele pode se desviar emseu curso (digressões...), retomar sua direção inicial, mudar de direção etc. Sua linearidade manifesta-se frequentemente por um jogo de antecipações ("veremos que...", "voltaremos ao assunto...") ou de retomadas ("ou melhor...", "eu deveria ter dito..."); tudo isso constitui um verdadeiro "monitoramento" da fala pelo locutor. Deve-se notar que os comentários do locutor sobre sua própria...
tracking img