O dia em que a morte morreu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12714 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O dia Em que a Morte Morreu
Copyright©2010 - Lourival C. de Lima Jr Todos os direitos reservados

1

Agradeço acima de tudo,
ao Senhor Deus, Pai-Filho-Espírito Santo, por me considerar seu filho, por me amar de forma incondicional. E por ter dado a mim, condições de escrever estes breves trechos. Agradeço a minha amada ovelha Raquel. Que, com toda paciência digita os hieróglifos queescrevo, e que tem se tornado em livros.

Dedico este Livro ao meu Senhor Jesus, que vive de Eternidade em Eternidade, e em breve virá, para nos levar ao seu Reino Eterno

2

APRESENTAÇÃO

Este livro tem como objetivo, mostrar como a morte se
instalou no mundo, a partir de uma situação criada pelo homem, que gerou graves conseqüências para toda humanidade, bem como, para universo físico.Procuro também, mostrar as tentativas do homem em agradar ao Eterno, usando todos os meios a seu alcance para aplacar a ira divina, até o ponto de, não sabendo o que fazer partir para o culto a si mesmo, e às entidades que o levaram cada vez mais, a distanciar-se de Deus. Procuro mostrar como o império da morte agiu, até o momento em que o Eterno entrou com providência, a fim de destronar a morte, e oseu príncipe. Por fim, a vitória do autor da vida sobre a morte, não somente a física, mas a principal delas, a morte espiritual.

3

Que o leitor possa compreender a altura, a largura e a profundidade, da vitória da vida, sobre a morte. Este livro contém minhas reflexões sobre o assunto, e como todo livro, são opiniões que poderão ser aceitas ou não, pelo leitor, mas o que é necessário,deixar bem claro é a centralidade das Escrituras Sagradas, como regra fundamental para a vida do ser humano. Toda vez que citar o texto bíblico, nele haverá veracidade e você leitor poderá acatá-lo, sem sombra de dúvidas. Quanto às minhas opiniões sobre os diversos sub-temas do livro, são as minhas opiniões, a partir de uma reflexão sincera das Escrituras Sagradas. Aproveite bem o livro e faça uma boaleitura.

4

Capítulo 1 COMO TUDO COMEÇOU

Tudo era muito lindo. Que perfeição, que harmonia. O
universo estava em perfeita consonância com o Criador. Mas que universo, se ainda não existia? 5

É verdade, o mundo material ainda não havia sido criado, apenas o Pai, o Filho e o Espírito Santo existiam de eternidade a eternidade sem começo, sem fim. Não havia tempo ou estações. Era ohoje, sempre hoje. Mas, a Trindade Santa em determinado momento resolveu estender o mundo espiritual e trouxe à existência os seres angelicais, os ministradores. Aqueles que teriam a incumbência, de prestar adoração e louvor ao Eterno, Pai-Filho-Espírito Santo. Tudo era muito perfeito. O Criador estabeleceu uma hierarquia angelical. Cada um com sua função específica sendo que, os querubins eramlíderes das hostes celestiais. Como tudo que o Eterno faz, o universo espiritual, estava em perfeita harmonia. O Eterno havia criado os ministradores com o direito de escolherem seguí-lo ou até mesmo não fazêlo. Todos os que permanecessem firmes, cumprindo as ordens do Criador certamente receberiam a recompensa. Os que resolvessem não seguir receberiam em si a resposta de sua decisão. Estariam seriamenteem perigo.

6

Que mundo espiritual maravilhoso, todos em perfeita união e consonância. Entre eles estava alguém que se destacava, por sua argúcia, e capacidade de liderança. Era ele, Lúcifer, o anjo de luz. O Criador o amava muito porque parecia demonstrar ser alguém dedicado e extremamente zeloso. Ele era o querubim guardião, que vivia no monte Santo do Senhor, com diz o profeta Ezequiel28.11-15a “Assim diz o Soberano, o Senhor: você era o modelo da perfeição, cheio de sabedoria, e de perfeita beleza. ... Você foi ungido como guardião, pois para isso o designei. Você estava no Monte Santo de Deus e caminhava entre as pedras fulgurantes. Você era inculpável em seus caminhos, desde o dia em que foi criado”. O tempo passou, mas ainda não havia tempo. A eternidade estava em...
tracking img