O destino dos negros farrapos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1606 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O DESTINO DOS NEGROS FARRAPOS



Mirtes Simões Pires Berwig

Profª Mirela Fleck
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Curso (0435) – Prática do Módulo I
25/11/2011



RESUMO


Esse artigo busca analisar o destino dos negros farrapos, dentro do enfoque da história, uma das obras literárias atuais de Juremir Machado da Silva: “O Destino Dos Negros Farrapos e OutrasIniquidades Brasileiras” (2011. 344p.) serviu como base do artigo, o autor por meio de pesquisas documentais esclarece o que realmente aconteceu com os negros que lutaram na Revolução Farroupilha, como foram “recrutados”, como foram tratados e qual foi o destino deles. Os demais autores citados no relato servem para confrontar e dar credibilidade ao que Juremir escreveu. O texto se propõe a um novorepensar sobre a história da Revolução Farroupilha. Constata-se que os negros escravos sempre estiveram na linha de frente das batalhas da revolução e foram tratados com crueldade e indiferença

Palavras-chave: escravos, negros, revolução, republicanos, liberdade



1 INTRODUÇÃO


É preciso narrar o que realmente aconteceu com os escravos negros na Revolução Farroupilha sem sedeixar levar pelas paixões tradicionalistas. Por trás de discursos luminosos, brilha a transparência dos fatos opacos. Financia-se a revolução com a venda de negros e promete-se a liberdade aos que lutarem, especialmente aos vindos do inimigo.


O pesquisador é um decifrador de imaginários cujo objetivo é descobrir, fazer emergir, trazer à tona, dar à luz, revelar o que se esconde sob a tênuecamada das mitologias incorporadas ao cotidiano. Como um jornalista ou um cronista o pesquisador descobre o que está diante dos olhos de todos, mas não se pode ser visto por excesso de proximidade ou de investimento afetivo, neste caso especifico “o bairrismo gaúcho”.


É preciso narrar visceralmente o que aconteceu sem se deixar levar pelas paixões. Existe distanciamento intelectual porfalta de virtude, eram movidos por um ideal moralmente superior e ainda hoje defendidos por muitos idealistas: pagar menos impostos. Deram sangue, suor, vidas, filhos e até negros por essa utopia. Principalmente negros alheios capturados das tropas adversárias, as quais prometiam a liberdade desde que aceitassem viver e morrer lutando pelos seus libertadores contra o exército de seus antigos amos.Era um excelente negócio para os escravos.



2 DESENVOLVIMENTO


A Guerra dos Farrapos tem muito a ver com negros e com carrapatos, com negros exterminados como carrapatos, negros exilados à força cujo silêncio mortal ainda se pode ouvir.


Parece que os negros foram engenhosamente traídos três vezes. Na primeira quando acreditaram, ou fingiram crer, que ganhariam aliberdade ao fim da guerra com a vitória dos republicanos. Na segunda no famoso episódio de Porongos, quando teriam sido dizimados num ataque surpresa dos imperiais ou numa traição do comandante David Canabarro, que teria negociado com o oponente de maneira a livrar-se dos aliados negros convertidos em obstáculos a uma rendição com jeito de acordo de paz. Salvo se não foi surpresa nem traição, mas apenasuma coincidência se as tropas imperiais caíram justamente sobre o setor negro de Porongos enquanto brancos e índios escapavam. Na terceira traição, a mais recente e sofisticada de todas, os negros farroupilhas são transformados pelos seus carrascos em heróis de uma resistência colossal que teria dado às tropas republicanas humilhadas em Porongos mais alguns meses de sobrevida.


O ganhodessa consagração tardia é certamente todo para os seus sinceros inventores. Se os republicanos tivessem armado todos os negros da Província, libertando-os do cativeiro, teriam formado um exército talvez imbatível. Por alguma razão, não tiveram essa ideia simples. O pensamento vulgar conclui que os revolucionários, oponentes de um império escravagista, autoritário e malvado, não queriam perder...
tracking img