O desenvolvimento humani

A imig r ação ale mã
Vindo para o país inic ialmente c omo s oldados e c olonos , os alemães venc eram grandes
dific uldades e marc aram de maneira muito s ignific ativa a his tória do Bras il.Conheç a a trajetória
des s es imigrantes para s e firmarem aqui e s aib a c omo s ua tradiç ão es tá pres ente nos mais divers os
as pec tos da vida b ras ileira.

Fonte: Museu da Imigração

SãoLeopoldo, no Vale dos Sinos , Rio Grande do
Sul, foi o ponto de partida de uma luta pela
s obrevivênc ia que mudou a his tória do Bras il e que
c omeç ou em 1824 c om a fundaç ão da primeira colônia
de imigrantes alemães no país . Na époc a, o Bras il
havia ac abado de s e tornar independente de Portugal.
Então, por influênc ia de Jos é Bonifác io, o então
imperador Dom Pedro I dec idiuinaugurar, c om es s es
imigrantes , um programa de imigraç ão para o Sul,
movido por ques tões de s eguranç a nac ional, diante das
s uc es s ivas dis putas territoriais naquela então erma
regiãofronteiriç a.

Quadro de Ernst Zeuner sobre a Naquela époc a, a Alemanha es tava dividida em uma
porç ão de reinados , princ ipados e duc ados , todos
chegada da primeira leva de
independentes , masunidos prec ariamente pelo idioma.
imigrantes alemães às margens Ela viria a s er unific ada por Bis marc k apenas em 1871.
do rio dos Sinos.
Nos primeiros 50 anos de imigraç ão, vieram para o RioGrande do Sul entre 20 e 28 mil alemães e quas e
todos s e dedic aram à c oloniz aç ão agríc ola.
Es s a c oloniz aç ão alterou a oc upaç ão de es paç os , levando gente para áreas até então
desprez adas . Introduz iu também outras grandes modific aç ões . Até aquele momento, a c las s e média
bras ileira era ins ignific ante e s e c onc entrava nas c idades . Os c olonos alemães ac abaramformando
uma c las s e de pequenos proprietários e artes ãos livres em uma s oc iedade dividida entre s enhores e
es c ravos .
Des de a fundaç ão de São Leopoldo, aprox imadamente 300 mil...
tracking img