O desempenho das escolas de fortaleza, segundo a nota do índice de desenvolvimento da educação básica em 2011

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1611 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

FACULDADE DE TECNOLOGIA DARCY RIBEIRO








DANILO DA SILVA FERREIRA
DANILO RÊGO DE ARAÚJO
GISLEINE LUCIA SOARES
MARIA ANÁLIA COSTA DE ALBUQUERQUE
MARIA DA CONCEIÇÃO BEZERRA DA SILVA
MARIA ROSÁLIA GUIMARÃES DE MESQUITA









O DESEMPENHO DAS ESCOLAS DE FORTALEZA, SEGUNDO A NOTA DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA EM 2011Fortaleza-CE
Setembro de 2012
DANILO DA SILVA FERREIRA
DANILO RÊGO DE ARAÚJO
GISLEINE LUCIA SOARES
MARIA ANÁLIA COSTA DE ALBUQUERQUE
MARIA DA CONCEIÇÃO BEZERRA DA SILVA
MARIA ROSÁLIA GUIMARÃES DE MESQUITA











O DESEMPENHO DAS ESCOLAS DE FORTALEZA, SEGUNDO A NOTA DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA EM 2011











Projetode pesquisa apresentado como requisito para obtenção de nota final para aprovação da disciplina Metodologia do Trabalho Científico da Faculdade de Tecnologia Darcy Ribeiro, sob orientação da professora Ms. Juliana Linhares.










Fortaleza–CE
Setembro de 2012
DANILO FERREIRA
DANILO DA SILVA FERREIRA
DANILO RÊGO DE ARAÚJO
GISLEINE LUCIA SOARES
MARIA ANÁLIA COSTA DE ALBUQUERQUEMARIA DA CONCEIÇÃO BEZERRA DA SILVA
MARIA ROSÁLIA GUIMARÃES DE MESQUITA







O DESEMPENHO DAS ESCOLAS DE FORTALEZA, SEGUNDO A NOTA DO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA EM 2011







Projeto apresentado como requisito para obtenção de nota parcial para aprovação da disciplina Metodologia do Trabalho Científico, da Faculdade de Tecnologia Darcy Ribeiro.APROVADA EM: ____/____/_____

NOTA ________






Juliana Magalhães Linhares (Mestra)
(Orientadora)






Fortaleza–CE
Setembro de 2012

04

1- INTRODUÇÃO



O presente projeto tem por objetivo principal analisar o desempenho das escolas de Fortaleza-CE no ano de 2011, segundo uma nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), divulgadapelo Ministério de Educação (MEC) ou mais especificamente sobre pontos relevantes que poderiam ter contribuído para um melhor resultado da capital quanto às cidades interioranas. Um dos propósitos desse trabalho é a preocupação com o desenvolvimento educacional da capital cearense, embora a mesma tenha superado as expectativas do IDEB.

O IDEB foi criado pelo MEC em 2007, com o propósitode unir dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação, assim como assegura Tapajós (2012):

Ideb é uma das mais importantes inovações na área educacional. É um índice que integra duas dimensões importantes: o fluxo escolar e o desempenho dos alunos nas avaliações padronizadas. Portanto, precisa ser sempre mais compreendido como um indicador de qualidadeeducacional que, ao combinar informações relevantes mensuráveis e essenciais, permite que pais e responsáveis acompanhem o desempenho da escola e de seus filhos. Da mesma forma, é um instrumento de gestão de grande importância para que gestores, secretarias municipais e estaduais, e professores atuem na perspectiva da melhoria da educação. Finalmente, para além de proporcionar uma visão maisabrangente da educação, permite o monitoramento dos sistemas de ensino e promove a transparência da prestação de contas no país.

Sabe–se que a educação brasileira é permeada por problemas que vão da evasão escolar até infraestrutura. São problemas procedentes de uma sociedade capitalista e reprodutora de desigualdades, cujos conflitos evidenciam na educação e reforçam a sua má qualidade. Algunsautores nomeiam esses fatores que negativam a qualidade educacional de “efeito metrópole”.

Diversas pesquisas comprovam que o processo educacional brasileiro possui inúmeros problemas que desqualificam e empobrecem a educação nacional. O panorama geral do quadro educativo, resultante de um diagnóstico geral da educação no país, foi realizado pelo MEC através do IDEB, o qual avaliou...
tracking img