O desafio do trabalho em equipe na saúde: revisão de literatura.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1941 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RUBINÉIA CAMILA PEREIRA MACKOVIAK

O desafio do trabalho em equipe na saúde: Revisão de literatura.

Trabalho
apresentado a FAROL para a
disciplina de Trabalho em Equipe como
requisito parcial para obtenção de avaliação,
ministrado pelo Professor: Esp. Edmilson
Maria de Brito.

VILHENA-RO
2012

RESUMO
Este artigo de revisão de literatura, falara sobre o trabalho em equipe, na
perspectiva doprocesso de trabalho em saúde. Sendo que, o reconhecimento do trabalho
do outro também pressupõe uma concepção de processo saúde-doença que contemple
suas múltiplas dimensões, o que remete à integralidade da saúde.

Palavras-chave: Trabalho em Equipe. Saúde.
1 INTRODUÇÃO
Este artigo tem como objetivo discutir o conceito de trabalho em equipe e
apresentar alguns elementos fundamentais para aconsolidação da equipe de trabalho na
saúde.
Quando falamos em equipe já pensamos em desafio, pois envolve um conjunto,
ou seja, grupo de pessoas que se dedicam a realizar uma tarefa ou determinado trabalho.
Sendo que, o trabalho em equipe possibilita a troca de conhecimento e agilidade
no cumprimento de metas e objetivos compartilhados. Na sociedade em que vivemos, o
trabalho em equipe é muito importante,pois cada um precisa da ajuda do outro.
Encontramos vários conceitos de trabalho em equipe, um deles é: quando, em
um grupo, as pessoas ajudam umas as outras, ou seja, trabalham igualmente, não
brigam, concordam uns com os outros.

2 REVISÃO
2.1 Trabalho em equipe
O trabalho em equipe é essencial no processo de inversão de modelos de atenção
à saúde, em que a horizontalidade nas relações começa aconstituir o cotidiano do
trabalho. Como conceito, o trabalho em equipe pode ser desdobrável, em partes,
definidas por Souza e Mourão (2002) como: Trabalho: atividade contínua e necessária a
uma ação que envolve o conjunto de arranjos institucionais que transformam as relações
sociais de produção nos locais de trabalho (relação de subordinação e dominação e/ou
de cooperação e conflito). Equipe:conjunto de profissionais que se aplicam a

desenvolver trabalho conjunto a partir da definição de objetivos. (p. 35, grifos dos
autores).
Fortuna (2005) afirma que “trabalhar em equipe não significa ser igual. Significa
trabalhar com diferenças e conflitos”.
Para Araujo e Rocha 2007, a concepção de trabalho em equipe está vinculada à
de processo de trabalho e vem, portanto, sofrendo transformaçõesao longo do tempo.
Historicamente, surge da necessidade do homem de somar esforços para alcançar
objetivos de forma mais fácil e de atender às exigências do processo de produção
moderno.
Como diz Fortuna (2005), trabalhar em equipe não é algo harmonioso. Existem
momentos de conflitos e esses não são negativos, ruins ou algo a ser evitado, mas são
inerentes às relações, são possibilidades decrescimento.

2.2 O desafio do trabalho em equipe
Para Tamayo e Paschoal (2003), a valorização do empregado, por parte da
empresa, fundamenta-se no reconhecimento do valor que o trabalho tem em sim mesmo
e no reconhecimento da sua relevância no contexto da obtenção dos fins específicos da
organização. A melhor forma de valorizar o empregado parece consistir em lhe oferecer
oportunidades para que, pormeio do seu trabalho, ele possa atingir as suas metas
pessoais. Por natureza, o trabalho é uma estratégia de realização pessoal.
Este é um grande desafio do trabalho em equipe, o conhecimento do perfil
motivacional do trabalhador. Isso vai possibilitar o desenvolvimento de programas
diferenciados de motivação dentro da organização, visando à atender metas de diversos
grupos de trabalhadores (Tamayo ePaschoal, 2003) .
Contudo, a maioria dos programas motivacionais elaborados e implantados nas
organizações é genéricos, válidos para todos os seus membros, sem especificidade para
equipes ou setores organizacionais. Idealmente, um programa organizacional de
motivação laboral não deveria ser constituído exclusivamente por aspectos gerais,
válidos para toda a organização; deveria contemplar...
tracking img