O cuidado de enfermagem ao paciente portador de leishmaniose visceral

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3050 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O CUIDADO DE ENFERMAGEM AO CLIENTE PORTADOR DE LEISHMANIOSE VISCERAL


RESUMO:
O presente trabalho trata-se de um estudo sistematizado da Assistência de Enfermagem a cliente portadora de Leishmaniose Visceral desenvolvido em hospital público no município de Parnaíba-PI. A Leishmaniose Visceral, mais conhecida como Calazar, constitui uma zoonose que afeta o homem e alguns animais. É umadoença crônica, sistêmica, caracterizada principalmente por febre de longa duração, perda de peso, palidez e hepatoesplenomegalia. No Brasil, o Calazar é uma doença endêmica, no entanto tem sido registrados surtos frequentes. Inicialmente, sua ocorrência estava limitada a áreas rurais e a pequenas localidades urbanas, mas hoje se encontra em franca expansão para grandes centros. Nos últimos dez anos amédia anual de casos de Leishmaniose Visceral foi de 3.379 casos e a incidência de 1.9 casos por 100.000 habitantes, segundo dados do Ministério da Saúde. O programa de controle da doença no Brasil tem como principal objetivo a redução de números de casos e de óbitos por meio do diagnóstico e tratamentos precoces. A população infantil é a mais atingida pelo agravo, o que é explicado pelo estado derelativa imaturidade imunológica celular, agravado pela desnutrição, tão comum nas áreas endêmicas, além da maior exposição ao vetor no Peri domicílio. O trabalho teve como objetivos proporcionar uma adequada Sistematização da Assistência de Enfermagem a cliente portadora de Leishmaniose Visceral, descrever a fisiopatologia e o tratamento da doença e propor práticas assistenciais com base noprocesso de enfermagem. Foi um estudo exploratório-descritivo, do tipo estudo de caso, com abordagem qualitativa. Para levantamento dos dados foi realizada entrevista e exame físico, bem como a coleta de dados junto ao prontuário hospitalar. O trabalho tornou-se relevante, pois foi traçado o planejamento da Assistência de Enfermagem, visando o bem estar e a recuperação da cliente no que tange a visãoholística do cuidar da Enfermagem.
Palavras chave: Leishmaniose Visceral. Práticas assistenciais. Enfermagem.

INTRODUÇÃO

O presente estudo de caso foi desenvolvido na clínica pediátrica de um hospital público do município de Parnaíba-PI durante prática acadêmica supervisionada da disciplina Saúde da Criança e do Adolescente, no mês de maio de 2012. Teve-se como sujeito da pesquisa umacriança internada na enfermaria pediátrica do referido hospital, com quadro clinico de febre alta, palidez cutâneo mucosa e distensão abdominal acentuada, sendo então diagnosticada com quadro de Leishmaniose Visceral.
O trabalho foi desenvolvido tendo como principal objetivo proporcionar uma adequada Sistematização da Assistência de Enfermagem a cliente portadora de Leishmaniose Visceral. Para tanto,será feita uma descrição geral da fisiopatologia e do tratamento da doença, bem como serão propostas práticas assistenciais tendo como base o Processo de Enfermagem.
Segundo Tannure e Pinheiro (2010, p. 9):

A Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) é uma metodologia cientifica que vem sendo cada vez mais implementada na prática assistencial, conferindo maior segurança aospacientes, melhora da qualidade da assistência e maior autonomia aos profissionais de enfermagem.


O Processo de Enfermagem, considerado a base de sustentação da SAE, é constituído por fases ou etapas que envolvem a identificação dos problemas de saúde do cliente, a delineamento do diagnóstico de enfermagem, a instituição de um plano de cuidados, a implementação das ações planejadas e aavaliação. Segundo Horta (2007) o Processo de Enfermagem é a dinâmica das ações sistematizadas e inter-relacionadas, visando à assistência ao ser humano e caracterizada pelo inter-relacionamento e dinamismo de suas fases ou passos.
A Leishmaniose Visceral, também conhecida como Calazar é uma doença crônica, sistêmica, caracterizada por febre irregular com duração em torno de quatro semanas,...
tracking img