O crime do padre amaro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1921 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL DR. WOLFRAM METZLER










PRIMEIRO ROMANCE REALISTA PUBLICADO EM PORTUGUAL
O CRIME DO PADRE AMARO.





















ESCOLA ESTADUAL DR. WOLFRAM METZLER





PRIMEIRO ROMANCE REALISTA PUBLICADO EM PORTUGUAL
O CRIME DO PADRE AMARO.


































INDICE


INTRODUÇÃO01
BIOGRAFIA EÇA DE QUEIRÓS 02
O CRIME DO PADRE AMARO 03
TRECHO COM EXPLICAÇÃO DO ROMANCE 04
MOMENTO HISTÓRICO EM QUE FOI ESCRITO 05
COMPARADO COM O CONTEXTO ATUAL.
CONCLUSÃO06
BILBIOGFAFIA 07


























































INTRODUÇÃO


Nos dias atuais, uma grande aceitação e normalidade foi criada em cima de ''crimes'' e absurdos que nos amedrontam, de certa forma.
No trabalho decorrente,falaremos do crime do padre Amaro, cometido por conta do desejo sexual que teve por uma jovem, filha de uma moça que lhe deu abrigo.
Bom, ele nunca teve indícios e nem planos de ser padre, foi impulsionado à tal coisa, porém, na nossa visão, princípios de índole que caracterizam a obediência ao lugar tomado.
O crime foi publicado, pela primeira vez, no ano de 1875, pois, antes disso, nuncafora mencionado, proibido de ser estudado em escolas de Portugal e Brasil.
Fazemos questão de lhe mostrar pontos relevantes sobre a história e desenvolvimento dessa história;
Adquirimos conceitos e optamos por tentar demonstrar que estes, são de fato, impressionantes; No estudo básico que temos à respeito desse caso, não conseguimos visualizar um porque específico até certo ponto. A história,além de uma grande diversidade de opiniões e dúvidas, abriga também uma vasta forma de encarar a religião como um todo melhor, enfim, sem desvalorizar qualquer forma de pensar, e dispensando qualquer forma de preconceito, tentamos repassar a importância de saber discernir a verdadeira face de nossos 'senhores de respeito' , e conceituar a valorização da nossa forma de crer, de nossas bases ecaráter, que contudo, fazem parte da nossa essência, do nosso ''eu''.






























[pic]
BIOGRAFIA EÇA DE QUEIRÓS
Eça de Queirós foi diplomata e escritor, bastante conhecido e um dos maiores escritores portugueses.
Seu nomecompleto é José Maria Eça de Queirós nasceu em Povoa varzim-Portugal em 25 de novembro de 1845.
Seu pai Dr. José Maria Teixeira de Queirós era juiz do Supremo tribunal de Justiça e sua mãe D. Carolina de Eça que concluiu a faculdade de direito e dirigiu um jornal Político.
Eça de Queirós acreditava que o Realismo era a nova expressão de Arte. Decidiu então seguir a carreira diplomática,prestou concurso no qual se destacou, pois ficou colocado em primeiro lugar. Eça de Queirós era casado com Emília de Castro Pamplona, irmã do conde de Resende.
Fundou a Revista Portugal com a colaboração dos principais homens de letras naquela época. Nesse jornal escreveu as ‘’Cartas de Fradique Mendes’’ . Na revista moderna publicou o Romance ‘’A Ilustre casa de Ramires’’.
Foinomeado administrador do conselho de Leiria em 1870. A estada forneceu material para que criassem o ambiente provinciano de devoto em que se passa a ação de O crime do padre Amaro. Nesse mesmo ano, ele escreveu com Ramalho Ortigão, uma série de folhetins a qual foi dado o nome de O Mistério da Estrada de Sintra. Eça de Queirós e Ramalho de Ortigão ainda produziram juntos uma publicação de critica...
tracking img