O conhecimento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1151 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão.
Santa Inês, 05/09/2012
Curso: Tecnólogo em Construção de Edifícios Período I
Disciplina: Metodologia Científica
Professor: Paulo Câmara
Aluna: Elis Regina Ribeiro Fontenele

O conhecimento

1. É uma relação que se estabelece entre o sujeito que conhece e o objeto conhecido. No processo do conhecimento, o sujeitocognoscente se apropria, de certo modo, do objeto conhecido. (...) Esse tipo de conhecimento é encontrado tanto em animais como no homem: acontece por meio dos cinco sentidos. Se a apropriação não é sensível- o que ocorre com realidades como conceitos (idéias), princípios e leis-, o conhecimento é intelectual. pág. 17

2.1 Nemsempre essas duas formas de conhecimento-sensível e intelectual-ocorrem isoladamente. Ao contrário, com frequência combinam-se para produzir um conhecimento misto, ao mesmo tempo sensível e intelectual. (...) Pelo conhecimento, o homem penetra as diversas áreas para dela tomar posse; de certa forma, o homem, pelo conhecimento, reconstitui a realidade em sua mente.pág.17
2. Popular é o conhecimento do povo, que nasce da experiência do dia-a-dia: por isso é chamado também de conhecimento empírico. Por exemplo, uma criança conhece seus pais, fala a língua materna; ou, ainda, (...); também não é necessário estudar direito para saber que a sociedade tem suas normas e suas leis.pág 18
2.1 Embora de nível inferior ao científico, o conhecimento popular ou empírico não deve ser menosprezado, pois constitui a base do saber e já existia muito antes de o homem imaginar a possibilidade da ciência. pág. 19
3. O conhecimento científico é uma conquistarecente da humanidade: tem pouco mais de trezentos anos e surgiu no século XVII com Galileu (1564-1642). Isso não significa que antes não houvesse nenhum saber rigoroso, pois, desde a Grécia antiga (século VII a.C.), os homens aspiram a um conhecimento racional que se distinga do mito e do saber comum (conhecimento empírico).pág. 19
3.1 A ciência moderna nasce, pois, com a determinação de um objeto específico de investigação e com o método pelo qual se fará o controle desse conhecimento. Cada ciência se torna uma ciência particular, no sentido de ter um campo delimitado de pesquisa. O objeto das ciências são osdados próximos, imediatos, perceptíveis pelos sentidos ou por instrumentos, pois, sendo de ordem material e física, são, por isso, suscetíveis de experimentação (método científico-experimental). pág. 19
3.2 E, por se tratar-se de ciências particulares, cada uma com seu método específico, a linguagem, alémde rigorosa, vai ser também técnica. De fato, cada ciência tem o seu vocabulário específico. Existem, pois, os termos específicos da medicina, da psicologia, do direito etc. pág. 20/21
3.3 Podemos perceber também que a ciência moderna se fundamenta na observação e na experimentação.pág. 21
3.4 Outro elemento importante é o uso de instrumentos, o que torna a ciência mais rigorosa, precisa e objetiva. Os instrumentos de medida (balança, termômetro etc.), por exemplo, permitem ao cientista ultrapassar a percepção imediata e subjetiva da realidade e fazer uma verificação...
tracking img