O conceito de movimentos sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista Eletrônica dos Pós-Graduandos em Sociologia Política da UFSC
Vol. 2, nº 1 (2), janeiro-julho 2004, p. 75-91 www.emtese.ufsc.br

O conceito de movimentos sociaisrevisitado
Karine Pereira Goss Kelly Prudencio

Resumo: O que são movimentos sociais? Diferentemente de outros conceitos, este, em particular, apresenta significadosdistintos conforme a concepção a partir da qual se desenvolve. Os mais variados tipos de ação coletiva são classificados como movimentos sociais. A intenção é, portanto,problematizar um pouco essa discussão, levantar alguns aspectos que podem apontar caminhos no sentido de elucidar certas ambigüidades relativas ao termo, sem, contudo, resolvê-las.Essa imprecisão está relacionada a algumas questões. O conceito envolve uma problemática simetria entre empiria e teoria, relacionada à apropriação do significado das lutassociais pelos pesquisadores, muitas vezes engajados nelas, o que ajuda a tornar a utilização do conceito bastante propositiva. Este ponto se desdobra num segundo, que é aidéia de sociedade civil, locus dos movimentos sociais, como reservatório de virtudes, o que implica uma sobrevalorização do potencial político dos atores sociais e a crençanuma falsa independência em relação a partidos políticos e outras organizações. De qualquer maneira, para os termos deste artigo, as características dos movimentos sociaiscontemporâneos apontam para uma reorientação da ação coletiva, o que implica a revisão de algumas teorias. Os atores sociais já não se enquadram nas categorias teóricasconsagradas para classificar tipos de ação coletiva, embora a pertinência de algumas teses permaneça.

Palavras-chave: movimentos sociais, ações coletivas, sociedade civil

tracking img