O conceito de liberdade segundo a teoria existencialista de sartre

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10016 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O CONCEITO DE LIBERDADE SEGUNDO A TEORIA EXISTENCIALISTA DE SARTRE

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de licenciatura em Filosofia, como requisito à obtenção do título de graduada em Filosofia pela Universidade Católica de Brasília.

RESUMO
SILVA, AS. O conceito de Liberdade segundo a teoria existencialista de Sartre. Monografia. Brasília: Universidade Católica deBrasília/UCBV, 2010. 42 p.

O trabalho tem por objetivos promover reflexão teórica em torno do conceito de liberdade na perspectiva existencialista de Sartre, realizar pesquisa bibliográfica acerca das bases do existencialismo de Sartre e verificar as situações às quais podem-se associar a liberdade, segundo a perspectiva se Sartre. Para possibilitar o alcance destes objetivos foi realizado levantamentobibliográfico exploratório, descritivo, de abordagem qualitativa em periódicos, livros e demais documentos pertinentes ao assunto, além de busca virtual. Pesquisou-se sobre o existencialismo, a liberdade, as associações do conceito de Liberdade feitas por Sartre no decorrer de suas obras e principalmente o conceito de Liberdade em suas três principais obras: O Existencialismo é um Humanismo, O Sere o Nada, A Náusea. Concluiu-se que o conceito de Liberdade para Sartre está associado à solidão, responsabilidade, angústia e escolha.

PALAVRAS-CHAVE: Liberdade, existencialismo, Sartre.

“Se a condição fundamental da ação é a liberdade, é necessário que tentemos descrevê-la com maior precisão. Mas encontramos em primeiro lugar uma séria dificuldade: descrever é uma atividade deexplicação que aponta para as estruturas de uma essência singular. Mas a liberdade não tem essência. Não está contida a nenhuma necessidade lógica. Dela deveríamos dizer o mesmo que Heidegger: ‘nela a existência precede a essência’.(...) Como descrever uma existência que se constrói perpetuamente e se nega a ser resumida em uma definição? A própria denominação de liberdade é perigosa se pensar que a palavraremete a um conceito.”

(Sartre, O ser e o Nada, p. 417)

INTRODUÇÃO

“Liberdade significa responsabilidade.
Por isso tanta gente tem medo dela.”
(George Bernard Shaw)

Existencialismo pode ser considerada uma designação vaga de várias teorias filosóficas (BLACKBURN, 1997), entretanto, de uma maneira geral pode-se defini-lo como uma doutrina centrada no valor do indivíduo concreto(BORHEIM, 2005). Enfatiza temas como o indivíduo, escolhas e o absurdo da vida humana ao contemplar uma compreensão racional do universo (BLACKBURN, 1997; CABRAL, 2006).
    O primeiro filósofo que se afirmou realmente como existencialista foi Jean Paul Sartre (BORHEIM, 2005; CABRAL, 2006), mas para alguns pesquisadores é possível encontrar características existencialistas nos escritos de diversosautores, a saber: Kierkegaard, Heidegger, Jaspers, Camus entre outros (BORHEIM, 2005, VICENTE, 1985, v.05).
    Dentre estes, as obras de Kierkegaard podem ser consideradas as precursoras desta doutrina (BLACKBURN, 1997; BORHEIM, 2005; EDIPE vol.5) e assim, inspirado em filósofos prévios, Sartre elaborou o lema do existencialismo, que é “A existência é a essência” (BORHEIM, 2005; CABRAL, 2006)    Ao defender essa afirmação, Sartre refere-se ao fato de que, ao seu ver, o ser humano não é dotado de um modelo pré-determinado de sua essência. Portanto, a essência de cada homem deve ser perseguida no decorrer de sua existência (CABRAL, 2006). Segundo Sartre (1987), “O homem nada mais é do que aquilo que ele faz de si mesmo”. Por esse motivo, citam Blackburn (1997) e Cabral (2006), que as obrasde Sartre têm cunho de exploração de escolhas de tensão e podem ser consideradas sociopoliticamente com o período em que foram escritas.
    Faz-se mister ainda acrescentar que a doutrina filosófica do existencialismo poderia nos levar a perceber a própria liberdade, e que isso não é caloroso ou tranqüilizador como aparenta. Ao contrário, se pensarmos no universo como algo indiferente,...
tracking img