O conceito de arte ao longo dos tempos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1945 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O conceito de Arte ao longo dos tempos

Introdução
Exactamente como o respirar, o caminhar, o amar e o trabalhar, a criação artística é inerente ao ser humano e é tão velha como a própria humanidade. Os primeiros rabiscos que uma criança garatuja num papel ou numa parede do seu quarto, não são resultantes de nenhuma educação específica, mas sim de uma necessidade de expressão absolutamentenatural à criança e que se materializa através dos materiais que o seu meio ambiente lhe proporciona: um lápis, um pedaço de giz ou uma rolha queimada. Seja como fôr, as suas primeiras manifestações artísticas hesitantes, parecem reproduzir a experiência percorrida pela humanidade, que desde que o é, pintou, cantou, construiu. Inclusivamente, os povos hoje em dia mais marginalizados do mundo,carenciados dos recursos económicos e técnicos mais elementares, continuam a dançar, a enfeitar-se, a entalhar, a esculpir, ou seja, a manifestar o seu sentido muito próprio da beleza. À medida que o progresso social foi desenvolvendo novas técnicas e materiais, foram-se criando novos métodos de expressão. A arquitectura, a pintura e a escultura são as três principais formas de expressão da actividadeartística. O seu conhecimento, ainda que rudimentar, faz aumentar o prazer estético que qualquer obra de arte proporciona. As finalidades e os motivos da arte são infinitos; dependem do homen e do seu tempo, da sua visão do mundo e da sociedade, e da sua relacção com os outros. Segundo o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa a Arte é a actividade que supõe a criação de sensações ou deestados de espírito, de carácter estético, carregados de vivência pessoal e profunda, podendo suscitar em outrem o desejo de prolongamento ou renovação. A capacidade criadora do artista de expressar ou transmitir tais sensações ou sentimentos.
1 – Evolução do conceito “Arte”
Em linhas gerais, a actividade artística sofreu e continua a sofrer grandes influências tecnológicas ao longo da história dahumanidade. A arte está tão ligada aos avanços tecnológicos quanto qualquer outra área do conhecimento humano. À medida que novas formas de trabalho surgem, a actividade artística sofre uma evolução considerável.
A Arte Pré-histórica:
Os desenhadores e pintores do Neolítico não detinham mais que barro, tonalidades diferentes de areia, musgo, ceras de plantas e uma ou outra tinta natural paraproduzir os seus desenhos em cavernas e rochas. Depois, na idade da pedra lascada (no período Paleolítico), se junta a esse universo de meios de produção a sabedoria de criar pequenas peças, ferramentas para raspar, cavar e esculpir objectos. Mais tarde, percebendo a diferenciação entre os materiais naturais: "uns são duros e por isso devem ser usados para furar e raspar os mais moles", as madeiraspassam a serem percebidas e usadas segundo suas propriedades de rigidez, flexibilidade, tonalidade e resistência. O mesmo ocorre com o carvão, o barro e as ligas de metal. A partir daí a produção artística passa a ser feita em peças monumentais e também pequenas esculturas que conseguiram chegar aos dias de hoje, para nosso deleite.
A Arte Antiga e a descoberta da escrita:
Com o desenvolvimento daexpressão escrita, os artistas passaram a criar com textos. Os desenhos, ilustrações, explicações e doutrinas tornaram-se parte do universo de produção de arte. Podemos ver isso nos pergaminhos egípcios, por exemplo.
Nas civilizações egípcias, na Grécia antiga e na civilização romana, a evolução do pensamento humano, passa a tratar as artes com maior refinamento, mais técnicas produtivas foramempregadas nas construções. Nesse momento era comum o uso de pinturas em porcelanas, desenho em papiros, gravações em couro, tecelagem com fibras tingidas, frescos nas paredes, relevos e frisos arquitectónicos, além da escultura em mármore típica da arte grega e romana. Na China, já se empregava o uso do papel e da tinta nanquim com pincéis de bambu.
A Arte da Idade Média:
A Igreja Católica...
tracking img