O cerebro emocional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2317 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha de livro
LeDoux, Joseph (2001). Cérebro Emocional: Os misteriosos
alicerces da vida emocional. (trad. de Terezinha Batista dos
Santo). Rio de Janeiro: Objetiva, 2001, 336 p. ISBN 85-7302-
185-3.
* Mestranda em Psicologia da Saúde. Faculdade de Psicologia e Fonoaudiologia. Universidade
Metodista de São Paulo. Trabalho apresentado como parte da avaliação na disciplina
“Metodologiacientífica”, ministrada por J. Tolentino Rosa, Marília Martins Vizzotto e
Mirlene M. M. Siqueira.
Como as emoções influenciam nossa vida:
o cérebro emocional
Monica Silvia Borine *
Joseph LeDoux é professor do Centro de Ciência Neurológica da New York
University e descreve em seu livro a pesquisa pioneira sobre a natureza e a origem das
emoções. LeDoux observa que o estudo das emoções apartir da compreensão do funcionamento
do cérebro permite um conhecimento que vai além daquele proporcionado
somente através da experimentação psicológica. Discorre, em especial, sobre o papel
da amígdala, parte fundamental do sistema emocional, nas reações de medo - e também
comenta investigações mais recentes de outros cientistas em neurociência, explicando
de que modo muitas emoções fazem partede um complexo sistema neuropsicológico
desenvolvido para melhor adaptação e sobrevivência. LeDoux focaliza, ainda, os processos
cerebrais coexistentes em transtornos de ansiedade, fóbicos e transtorno de
pânico. O interesse pelas relações entre mente e cérebro levou Joseph LeDoux a publicação
desta obra sobre a neurologia das emoções. Em “O cérebro emocional”, escrito
de forma simples eclara, LeDoux dirige-se tanto ao especialista como ao leigo. Informativo
e esclarecedor, seu livro polemiza com todos que procuram entender melhor
a influência das emoções em nossa vida.
O autor alude sobre a dificuldade da conceituação da emoção e dos esforços que
estão sendo feitos pelos pesquisadores para a sua compreensão. Menciona a relevância
da questão da psicologia da emoção e do cérebroemocional. Demonstra paulatinamente
através da história a tendência de se separar razão e paixão, pensamento e sentimento,
cognição e emoção.
392 Resenhas
Segundo sua explanação os estudos cognitivos buscam compreender de que maneira
adquirimos o conhecimento do mundo, para tal abordando um lado do cérebro que
tem relação com o pensamento, raciocínio e o intelecto. Segundo o autor a emoçãoé
excluída e para ele a mente não existe sem a emoção, as criaturas sem a emoção tornam-
se o que ele chama de almas de gelo. Com o advento da inteligência artificial (IA)
houve um avanço da ciência cognitiva com o intuito de retratar a mente humana com
o uso de simulações do computador. Ela se sustenta na posição conhecida como funcionalismo.
Sendo assim a mente tem para o cérebro a mesmafunção que o programa
tem para o hardware do computador.
Os cientistas cognitivos tendem a considerar a mente um processo não consciente
e não como conteúdos inconscientes. Excluindo a consciência, a ciência cognitiva deixou
de lado aqueles estados conscientes denominados emoções. Os cientistas cognitivos
rejeitam que mente e consciência sejam a mesma coisa.
O autor dá exemplos de váriaspesquisas mostrando que enquanto o hemisfério
direito do cérebro faz a ação o esquerdo tende a explicar com alguma situação relevante
que se encaixe no movimento. O comportamento é uma atitude sem consciência das
razões, pois o comportamento é produzido por sistemas cerebrais de atividades inconscientes,
visto que uma das principais tarefas da consciência é fazer da nossa vida uma
históriacoerente, um auto conceito e cérebro faz isso dando explicações para o comportamento
com base em nossa auto imagem, em lembranças do passado, em expectativas
futuras, na situação social presente e no meio ambiente físico em que se produz
o comportamento. Sendo assim parece que grande parte da vida mental acontece fora
dos limites da percepção consciente.
O processamento de estímulos passa mais...
tracking img