O caso dos exploradores de cavernas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1049 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Caso dos Exploradores de Cavernas
Lon L. Fuller
O livro trata do caso de cinco exploradores de cavernas, que foram fazer uma escavação onde ocorreu um desmoronamento e eles ficaram trancados na caverna, onde dez operários que iriam resgatá-los morreram soterrados.
Ficando lá os cinco exploradores sem comida, então eles resolveram fazer um acordo para tirar na sorte quem iriamorrer para servir de alimento para os outros, tudo foi proposto por Roger Whetmore no qual foi o que morreu. Quando resgatados foram processados pela morte de Roger e condenados a forte de forca,recorreram da decisão e foram julgados por um grupo de cinco juízes, sendo eles Presidente do Tribunal Truepenny, Juiz Foster, Juiz Tatting, Juiz Keen , Juiz Handy que tiveram as seguintes opiniões:
JuizTruepeny diz que a morte dos dez trabalhadores não é argumento válido, pois os mesmos exercem a profissão de risco, cujo são remunerados para isso. Ele alega também que deve ser levado em consideração o caso que os exploradores entraram em contato por meio de um rádio, pedindo ajuda a médicos , juízes , estado , para como sanariam suas necessidades de alimentos , e os mesmos não se dispuseram aajudá-los. Então como o poder do Estado irá julga-los? Ande os réus não se encontravam em seu juízo perfeito, quando ocorreu o homicídio. A legislação que é aplicada no processo de acusação é a N.C.S.A(n.s) §12-A: “ Quem quer que prive intencionalmente a outrem da vida será punido com a morte”; contudo esta clemência pode ser indeferida , havendo o comprimento da lei, mas não a justiça; pois nemtudo que é legal é moral, nem tudo que é legal é justo. Já o Juiz Foster diz:
Que os acusados já haviam sofrido e passado por humilhações , no qual deveriam ser julgado inocentes, o mesmo alega também que os réus encontravam-se em um “Estado Natural” e não “Estado Jurídico Positivo”, onde falava também que os acusados só mataram Roger para sobreviverem. Declara portanto que os acusadosdevem ser considerados inocentes, e que a sentença deve serve ser reformada. Já o Juiz Tatting diz :
Este vota pela condenação dos acusados, Tatting tem um pensamento mais racional, onde critica o Juiz Foster, no final ficou confuso e optou por não participar da votação. Já o Juiz Kenn diz :
Este vota pela condenaçãodos acusados, ele tem duas visões a que concede o perdão aos réus por játerem sofrido , mas a decisão tomada seja a do direito positivo. E o Juiz Handy diz:
Este Juiz vota pela absolvição dos acusados , ele vota pelo “senso comum” , onde ele alega que a vontade da sociedade é a absolvição.

Destaques da Obra

“Whetmore inquiriu se seria aconselhável que tirassem a sorte para determinar qual dentre eles deveria ser sacrificado. Nenhum dos médicos se atreveua enfrentar a questão. Whetmore quis saber então se havia um juiz ou outra autoridade governamental que se dispusesse a responder à pergunta. Nenhuma das pessoas integrantes da missão de salvamento mostrou-se disposta a assumir o papel de conselheiro neste assunto. Whetmore insistiu se algum sacerdote poderia responder àquela interrogação, mas não se encontrou nenhum que quisesse fazê-lo” Pág 5Logo que os réus saíram da caverna foram acusados , mas nenhuma autoridade foi capaz de opinar no momento que eles mais precisavam.

“Concluo, portanto,que no momento em que Roger Whetmore foi morto pelos réus, eles se encontravam não em um “estado de sociedade civil” mas em um “estado natural” como se diria na singular linguagem dos autores do século XIX. A consequência disto é que a lei quelhes é aplicável não é a nossa, tal como foi sancionada e estabelecida, mas aquela apropriada a sua condição.” Pág 14/15

Os réus foram acusados do crime conforme a lei N.C.S.A. (n.s.) § 12-A “Quem quer que intencionalmente prive a outrem da visa será punido com a morte”, acredito que há uma brecha na interpretação da lei, não foi intencionalmente pois Whetmore foi quem propôs o acordo, e...
tracking img