O caso burti

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3182 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Caso Burti

“Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come”. Assim se sentia Luiz Carlos Burti diante do impasse tecnológico. Por um lado, as soluções técnicas disponíveis eram demasiado caras. Por outro, “inventar” novas tecnologias era um bocado arriscado. E o montante a investir não era trivial. Enfim, se desse tudo certo, seria uma beleza ... mas, se algo falhasse, seria o desatreconsumado ...


1. Contextualização

Fundada em 1977, a Editora Gráficos Burti contabilizava, em 1995, uma carteira em torno de 100 agências como clientes. Naquele ano, seu faturamento foi de US$ 80 milhões; em 1994, US$ 60 milhões; e, nos anos anteriores, apresentou crescimento anual da ordem de 20%.

Sediada no bairro da Mooca, em São Paulo, a empresa possuía outras unidades: uma de acabamentos gráficos(em Santa Isabel) e escritórios para trabalhos de fotolitos no Rio de Janeiro, tendo também um escritório de representação em Nova Iorque. Havia também a nova unidade, com área construída de 30.000 m2 em terreno de 200.000 m2.

Contando com mais de 1.300 funcionários, processava cerca de 800 toneladas de papel por mês (o que equivale à carga de 30 grandes caminhões).

Seguem alguns dadosreferentes a 1995 que permitem compreender a dimensão da Burti e seu peso no mercado:

• produzia de 100 a 120 fotolitos diários, que geravam cerca de 50% de seu faturamento;
• possuía um acervo de 50.000 imagens digitalizadas, classificadas e indexadas;
• somente na área de fotolito, o backup diário consumia cerca de 3 gigabytes (o que, naquela época, era um imenso volume de dados);
• existiam mais de 80microcomputadores dedicados exclusivamente ao trabalho gerencial;
• contava com 50 estações de trabalho Macintosh, três estações Silicon Graphics, dois scanners de alta resolução e software OPI (Open Prepress Interface), num pacote avaliado em mais de US$ 4 milhões;
• seu parque gráfico estava avaliado em US$ 50 milhões, com máquinas de elevado desempenho e alta qualidade;
• cerca de 80% dosanúncios então publicados na revista Veja eram produzidos pela Burti;
• quase todos os últimos presidentes tiveram suas fotos oficiais retocadas pela Burti. A exceção foi Fernando Henrique Cardoso, que preferiu sua fotografia sem retoques.



2. Compromisso com a qualidade

Desde que fundou a empresa, Luiz Carlos Burti vem desenvolvendo o que se poderia classificar como preocupação obsessiva com aqualidade. Provavelmente este foi o principal fator que levou a Burti à liderança no mercado em que atua, um segmento de acirrada competição.

Esse foco na qualidade tem sido um dos principais impulsionadores das inovações que a Burti tem introduzido no mercado gráfico brasileiro, as quais acabam por forçar a concorrência a adotar padrões similares de qualidade.

2.1 Um histórico de inovação ecriatividade
A Burti é uma empresa que, ao longo dos anos, tem-se caracterizado por um espírito inovador, buscando novas soluções e oferecendo novas tecnologias com a finalidade de facilitar o seu trabalho e agregar valor para o cliente. Esta postura inovadora tem sido uma constante e é, em grande parte, fruto do espírito de seu fundador e presidente, Luiz Carlos Burti.

Quando, ainda nos anos 80, aBurti gastou US$ 2 milhões importando um novo sistema de fotolitos, percebeu-se que a maior barreira seria a falta de cultura no uso de computação gráfica: as agências simplesmente nem sabiam direito o que era isso. Numa atitude arrojada, a Burti foi à luta: conseguiu autorização da então poderosa SEI (Secretaria Especial de Informática, do governo federal) e começou a importar estações de trabalho daApple com software Visionary. Para estimular seus parceiros a se modernizar, ofereceu também financiamento e leasing. Desta forma, trouxe para o Brasil cerca de 250 computadores, que foram distribuídos por mais de 80 agências de publicidade.

Não seria exagero dizer que a Burti foi a empresa responsável pela introdução do desktop publishing (editoração eletrônica) com equipamentos Macintosh,...
tracking img