O capitalizmo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1093 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
o capitalizmo

1. O cooperativismo surgiu na Inglaterra em 1844. À medida que uma indústria de lá prosperava, alguns trabalhadores reivindicavam melhoria das condições de trabalho e renda. Um pequeno grupo tecelões, por não consegui dos patrões o que consideravam justo, reuniu-se para encontrar uma maneira de melhorar sua precária situação econômica. Em 21 de dezembro de 1844 foi inauguradoo armazém cooperativo.
2. As cooperativas singulares se caracterizam pela prestação direta de serviços aos associados.
3. Nenhum associado poderá subscrever mais de um terço do total de quotas-partes, salvo nas sociedades em que a subscrição deve ser diretamente proporcional ao movimento financeiro da cooperativa ou ao quantitativo dos produtos a serem comercializados, beneficiados outransformados ou, ainda, em relação à área cultivada ou ao número de plantas e animais em exploração.
4. As cooperativas são sociedades de pessoas, com forma e natureza jurídica própria, de natureza cível, não sujeitas a falência, constituídas para prestar serviços aos associados, distinguindo-se das demais por apresentara, adesão voluntaria, numero ilimitado de pessoas, variabilidade de capitalsocial, limite de quotas-partes do capital para cada associado, inacessibilidade de quotas-partes do capital a terceiros, singularidade do voto, quorum, retorno das sobras, prestação de assistência aos associados etc...
5. As cooperativas singulares são compostas de no mínimo 20 (vinte) pessoas físicas.
6. O retorno das sobras do exercício, proporcionalmente ás operações realizadas peloassociado, salvo deliberação em contrario da Assembléia Geral.
7. O capital social será subdividido em quotas-partes, cujo valor unitário não poderá ser superior ao maior salário mínimo vigente no pais.
8. A integralização das quotas-partes e o aumento do capital social poderão ser feitos com bens avaliados previamente e após homologação em Assembléia Geral ou mediante retenção dedeterminada porcentagem do valor do movimento financeiro de cada associado.
9. A eliminação do associado é aplicada em virtude de inflação legal ou estatutária, ou por fato especial previsto no estatuto, mediante termo firmado por quem de direito no Livro de Matricula, com os movimentos que a determina.
10. A responsabilidade do associado perante terceiros, por compromissos da sociedade, perdurapara os demitidos, eliminados ou excluídos ate quando aprovados as contas do exercício em que se deu o desligamento.
Parágrafo único- As obrigações dos associados falecidos, contraídas com a sociedade, e as oriundas de sua responsabilidade como associados em face de terceiros, passam aos herdeiros, prescrevendo, porém, após um ano contando do dia da abertura da sucessão, ressalvados os aspectospeculiares das cooperativas de eletrificação rural e habitacionais.
11. A Assembléia Geral dos associados é o órgão supremo da sociedade, dentro dos limites legais e estatutários, tendo poderes para decidir os negócios relativos ao objeto da sociedade e tornar as relações convenientes ao desenvolvimento e defesa deste, e suas deliberações vinculam a todos, ainda que ausentes ou discordantes. Serãoconvocados com antecedência de no mínimo 10 (dez) dias, em primeira convocação, mediante editais afixados em locais apropriados das dependências comumente mais freqüentadas pelos associados, publicação em jornal e comunicação aos associados por intermédio de circulares. Não havendo, no horário estabelecido, “ quorum” de instalação, as assembléias poderão ser realizadas em segunda ou terceiraconvocação desde que assim permitam os estatutos e conste do respectivo edital, quando então será observando o intervalo de uma hora entre a realização por uma ou outra convocação. A convocação será feita pelo presidente, ou por qualquer dos órgãos de administração, pelo conselho Fiscal, ou após solicitação não atendida, por um quinto dos associados em pleno gozo dos seus direitos.
12. Nas...
tracking img