O capitalismo diante da crise de 1929, e a crise imobiliária de 2008 e seus respectivos reflexos. ( 9º ano do ensino fundamental)

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2177 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A crise de 1929 – A quebra da bolsa de valores da cidade de Nova York (NYC)
No período da primeira guerra mundial os Estados Unidos teve um grande aumento em importações, pois de forma comercial estava ajudando países que estavam se reconstruindo, assim nessa troca, os EUA vinham a fechar em superávit, logo a Europa por meio da “ajuda” fornecida pelos amigos norte-americanos, começa a sereerguer novamente, diminuindo o número de importações, o que fez com que os Estados Unidos viessem a ter um acumulo de estoque, ou seja, não tinham mais para quem vender, e naquela época era algo comum investir em ações da bolsa de valores, todas as grandes indústrias, famílias, empresas, possuíam aplicações.
Até que houve um mês em que muitos investidores cansados de verem as ações caindo, epressionados com a situação, resolvem retirar suas aplicações, e foi no mês de outubro de 1929, que ouve um enorme caos, vários investidores pretendendo vender ações, pois naquela altura do campeonato a possibilidade de recuperar o dinheiro perdido já era remota, logo muitos foram a falência, assim famílias da alta sociedade trocaram o camembert por miseras sardinhas enlatadas. O nível de desemprego chegoua 30% dos trabalhadores, onde foi denominado o contexto como “A Grande Depressão”, chegando a afetar vários continentes, pois muitos países mantinham relações com os Estados Unidos, por fim sendo afetados pelo mesmo.
O Brasil também veio a ser afetado, como principal atividade do país tinha-se exportar café para os Estados Unidos, porém a exportação veio a ter uma queda terrível, com isso umacumulo de café gerando a queda dos preços e a desvalorização do mesmo, foi onde o governo brasileiro tem uma atitude astuta de comprar toneladas de café e queimar, assim para que fosse mantido o preço, e valorização do mesmo. Assim ouve um lado positivo para a economia brasileira, pois após o ocorrido muitos cafeicultores decidem investir na indústria, alavancando assim a indústria brasileira.
Ofim da crise ocorreu em 1933, após um plano adotado conhecido como NEW DEAL (novo acordo), onde o governo norte americano decide controlar os preços e a produção das indústrias e fazendas, acompanhando assim a inflação e evitando a formação de estoques. Em 1940 os Estados Unidos já estava com sua economia normalizada, e o que restou de todo aquela situação nenhum pouco agradável foram lembranças elições.

A Crise imobiliária de 2008 – As repercussões na economia Brasileira
Os Estados Unidos é o país mais desenvolvido na atualidade, sendo assim um grande influenciador da economia mundial, isso sempre esteve claro perante todos os países influenciadores na economia mundial. Em 2008 a maior economia do mundo sofreu com uma grande crise que teve repercussão em todo o mundo.
Desde 2001 osEstados Unidos passavam por uma grande expansão imobiliária graças à redução dos impostos que estava sendo feita na tentativa de reestabelecer a economia após a crise de 2001. Com uma grande demanda de imóveis muitas imobiliárias americanas começaram a adotar o “subprime” que era um sistema de empréstimos de risco aonde o beneficiado não tinha bens suficientes para garantir o beneficio doempréstimo. Muitas das pessoas que se interessavam em comprar estes imóveis tinham como objetivos vendê-los após a valorização do mesmo, porém isso não aconteceu de imediato, após atingir o seu auge em 2006 o preço dos imóveis começaram a cair e assim se deu o inicio da inadimplência de todos que pegaram empréstimos através do subprime.
Com receio de que novos calotes acontecessem este credito que eramoferecidos às pessoas sofreu uma desaceleração, com menos dinheiro menos se compra, menos se contrata funcionários e assim gera uma cadeia de consequências que se resumiu na queda da maior economia mundial, essa crise gerou grandes prejuízos a grandes bancos que foram responsáveis por empréstimos e financiamentos em grandes imobiliárias, sendo assim grande parte desses bancos ficaram muito...
tracking img