O brincar na educação infantil

CAPITULO I
A CRIANÇA E A CULTURA LÚDICA
Segundo Winnicott o brincar é o lugar onde a criação cultural da criança é mais bem desenvolvida, pois o individuo que brinca abre portas para o meio em quevive, demonstrando toda a sua criatividade. Para Freud, é o prazer fora da realidade. Assim, cada cultura criará e desenvolverá com pesquisas o melhor para o meio onde o individuo vive. Desta forma ojogo lúdico é uma das principais formas de brincar. E uma das formas de conseguir interpretar a atitude de alguns indivíduos. Mas a criança antes de saber tem que aprender a brincar. E uma dasprincipais fases dessa aprendizagem começa cedo a partir do momento em que a mãe começa a brincar com seu bebê. Como por exemplo, a brincadeira de esconder uma parte do corpo, a criança aprende que é apenaso aspecto fictício e que o corpo não desaparece de verdade é apenas um faz de contas, e desta forma compreende-se mesmo de forma solitária que o jogo personaliza a cada nova atividade lúdica.
O maisimportante no jogo lúdico é aprender a cultura de cada um, não se esquecendo do mais importante que é o aprender a brincar, conhecendo regras e significações próprias de cada jogo, assim o jogadorprecisará partilhar daquela cultura do jogo para poder jogar. A cultura lúdica é composta de esquemas, mas se diferencia da vida cotidiana e se apodera de elementos da cultura do meio ambiente dacriança para aclimatá-la ao jogo. E essas culturas se diversificam conforme o seu meio social, cidade e sexo de cada criança, pois nota-se que até hoje meninos e meninas tem grandes diferenças de culturaslúdicas.
O jogo é o produto de múltiplas interações sociais, pois é necessária a interpretação de cultura para haver jogo, pois cada vez mais pesquisadores encontram no jogo a forma mais fácil decomunicação para socializar. Pois é através do jogo que a criança faz a experiência simbólica em toda sua complexidade.

CAPITULO II
OS “LIVROS-VIVOS” FRANCESES
UM NOVO PARAÍSO CULTURAL PARA NOSSOS...
tracking img