O beijo de lamourette

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1559 palavras )
  • Download(s) : 1
  • Publicado : 29 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resumo do livro O Beijo de Lamourette - feito por RODOLFO RODRIGUES (rodaodorocha@hotmail.com)


Introdução a obra resenhada

Professor Universitário, jornalista e atual diretor da Biblioteca da Universidade de Harvard, o estado-unidense Robert Darnton tem vasta pesquisa sobre livros. Prova do seu interesse por este objeto é que o autor é fundador do programa Gutemberg-e, site daUniversidade de Columbia no qual estão arquivados diversos livros, monografias e outros textos. Sua última obra lançada, O Beijo de Lamourette, usa elementos da pesquisa sobre editoras, jornais e até best sellers do Iluminismo para discutir a História e suas histórias.

O livro “O Beijo de Lamourette”, escrito por Robert Darnton, fala da história dos meios de comunicação, mostrando a todo momento como opassado opera subterraneamente no presente, alicerçando e por vezes solapando nossa própria inserção no mundo. Nele transparece a análise límpida desse historiador mais interessado em desvendar a multiplicidade de sentidos e a polissemia dos significados do que em desenvolver teorias fechadas, interpretações acabadas e por isso mesmo impenetráveis - e ainda com a vantagem de se dirigir a um públicopouco especializado.
São detalhes que dão vida a um texto que poderia ser apenas técnico, despertando a curiosidade mesmo da pessoa que não seja da área. Naturalmente no meu caso o ponto alto foi justamente quando Darnton começa a trabalhar com a combinação entre História e Literatura (a partir da parte III). O capítulo I da parte III, que apresenta a disciplina História dos Livros, foiextremamente empolgante para mim.
O autor utiliza e enfatiza usar elementos da pesquisa sobre editoras, jornais e até best sellers do iluminismo para discutir a História e suas histórias.
O livro é reunião de artigos escritos em situações diversas e que, na sua confecção, não houve esforço para que houvesse coerência entre eles. Assim, ao leitor de primeira viagem, O Beijo de Lamourette pode serconsiderado compilação de artigos acadêmicos e textos mais jornalísticos de um mesmo autor, agrupados por blocos de assuntos. A leitura, no entanto, revela pouco a pouco, ideias recorrentes de Darnton que expressam sua postura diante da história e dos historiadores.

Darnton abre o livro com dois textos - um sobre a Revolução Francesa, outro sobre a Polônia. No primeiro, o autor apresenta dados sobre aFrança Revolucionária - como por exemplo os pais que deram aos seus filhos nomes de La Loi, Liberté e Constitution, ou o ambiente sangrento que havia no país mesmo antes da revolução.

A descrição parece querer fornecer ao leitor imagens de período em que tudo estava posto em questão, que não só a política, mas a cultura tinha que ser reconstruída. Já no segundo capítulo, Darnton conta darelação dos poloneses com a história - as datas comemorativas oficiais e as não-oficiais, os monumentos aos mortos, a postura diante dos russos e dos alemães. Escrito em 1981, o capítulo ressalta que naquele ano já estava formado o Solidarnosc (Solidariedade), força política que chegou ao poder em 1989.

Se os poloneses guardavam rancor da guerra e da ocupação nazista, a ocasião na qual foi escrito otexto de Darnton evidenciava sua insatisfação diante do regime comunista. O capítulo mostra justamente essa tensão na consciência histórica dos poloneses: a postura ambígua diante do passado difícil de seu país.











































Desenvolvimento do conteúdo da obra enfatizada



As ideias centrais do livro e contexto tambémtraz histórias do passado recente. Fazendo as vezes do cronista, sem encher suas relatos de citações e argumentos de autoridade, Darnton narra episódios curiosos de sua profissão. O mais longo capítulo deste bloco nos leva à redação do New York Times na década de 1960. Entendemos boa parte da estrutura do jornal: a hierarquia dos funcionários, as notícias vindas diretamente de policiais que...
tracking img