O behaviorismo radical é uma filosofia do corpo?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3211 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O behaviorismo radical é uma filosofia do corpo?

Camila Leal Martines; Carolina Laurenti; Carlos Eduardo Lopes.
calealmartines@hotmail.com

Departamento de Psicologia, Universidade Estadual de Maringá.

Resumo
Na sociedade ocidental, o conceito de “corpo” sofreu transformações que conferem a ele uma história. Essas mudanças mostram como a noção de corpo foi ganhando proeminência nodecurso da história ocidental em relação ao conceito de mente. Se antes o corpo era fonte de corrupção e a mente o lugar da racionalidade e perfeição, agora a mente passa a ser definida em termos corporais. Tendo em vista o papel capital que o corpo desempenha na contemporaneidade, o objetivo geral desse trabalho é examinar como o Behaviorismo Radical pronuncia-se sobre a questão da mente e, maisespecificamente, sobre a noção de corpo. Após a descrição de uma breve história do corpo, o trabalho dedica-se a um exame do Behaviorismo Radical como filosofia da mente. Embora os analistas do comportamento tenham mostrado de maneira consistente a possibilidade de a teoria skinneriana tratar da mente, o mesmo não parece acontecer com respeito ao corpo. Em outras palavras, parece que a concepção demente ainda prevalece sobre conceito de corpo como item de estudo dos analistas do comportamento. Não obstante, o trabalho segue discutindo algumas acepções de corpo encontradas em textos skinnerianos e de comentadores da área. Desse panorama interpretativo, conclui-se que, apesar dos esforços em se conceber uma definição behaviorista radical de corpo, essa discussão ainda permanece aquém de umconceito tão complexo, se nem tanto em conteúdo, pelo menos em número e profundidade. O corpo permanece, ora isolado em relação ao organismo, ora como base de uma discussão acerca da mente. É preciso, pois, voltar-se positivamente para a problemática do corpo no Behaviorismo Radical.

Palavras Chaves: corpo, Behaviorismo Radical, problema mente-corpo, organismo.

Uma breve história do corpoA concepção de corpo se transforma ao longo da história das culturas e das ciências ocidentais (GOFF; TRUONG, 2006). Por exemplo, na filosofia platônica da Grécia Antiga, a palavra corpus era entendida em oposição à psyké; a primeira designava a matéria fonte das sensações, e a segunda era entendida como essência do ser, responsável pela experiência racional do homem que deveria comandar aatividade da matéria. No contexto dessa tradição platônica, a mente racional conduziria o homem, que deveria se abster dos conteúdos irreais e ilusórios da experiência sensível para garantir seu desenvolvimento intelectual. Por outro lado, o corpo desponta como a fonte da corrupção do homem. Destaca-se, pois, no pensamento platônico uma oposição irredutível entre mente e matéria caracterizada pelavalorização da essência humana (a mente) em detrimento do corpo (GHIRALDELLI, 2008).
Se no pensamento antigo o homem era explicado em termos de um dualismo mente-corpo, no pensamento medieval essa oposição é intensificada por meio de outras relações antagônicas. A tensão entre o homem e Deus, homem e mulher, ricos e pobres, razão e fé, condenação e salvação, permearam o pensamento medieval(GOFF; TRUONG, 2006). A máxima cristã medieval era que o corpo não passava de “abominável vestimenta da alma” (GOFF; TRUONG, 2006, p. 11) sendo condenado à finitude, ao pecado e à penitência. Opondo-se a esta desvalorização insurge a exaltação da encarnação de Cristo e de seu sacrifício corpóreo, trazendo ao corpo os ideais da perfeição divina e da humildade terrena. Com efeito, no pensamentomedieval o corpo é centro de uma dicotomia entre exaltação e desprezo, mas sempre visto como algo que tende para a morte e para o pecado, em contraste com a alma imortal e pura, que deve imperar sobre o corpo para ter acesso ao divino (GOFF; TRUONG, 2006).
As preocupações com a morte e com a adversidade, típicas do Renascimento, inauguram novas indagações acerca do corpo. Torna-se necessário,...
tracking img