O alinista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1152 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Direito Civil III

Sintese: O Alienista

2012/2
Serra-Es

O Alienista.

O tema nos leva a rever os conceitos gerais dos atos cometidos em nossa sociedade, demonstrato de uma forma sucinta a falta de respeito ao ser humano. O Dr. Simão Bacamarte sendo filho era filho da nobreza e o maior dos médicos do Brasil, de Portugal e da Espanha. Estudou em Coimbra e Pádua. Aos trinta e quatro anosregressou ao Brasil, onde o rei não condrguiu que o mesmo ficasse em Coimbra. Veio para o Brasil em busca de desafios, casou –se , e como sua esposa não lhe consdeu filhos, o mesmo foi em busca de conhecimento para tratar do assunto, em virtude do acontecimento teve a ideia de montar uma casa para loucos em Itaguaí.
O nobre doutor não repeitou a opinião das pessoas que ali residiam, colocouestas pessoas juntas em único salão, artigo 1º CF paragrafo III- a dignidade da pessoa humana;. Na realidade o médico arranjou tudo, logo começou a construir a CASA Verde com cubículos para os hóspedes. Usou de uma passagem do orão que Maomé declara veneráveis os doidos, pela consideração de que Alá lhes tira o juízo para que não pequem.

O Alienista passou a recolher aspessoas que ele interpretava com doentes mentaias sem pedir permissão aos familiares , não houve mandato judicial para provar a incapacidade juridica da pessoa Art. 3º Inciso II CC- ( Os que por infemidade, ou deficiência mental......) art. 15º CC – ninguém constrangido e submeter-se ,com risco de vida,tratamento médico ou a intervenção cirurgica) Todos estavam nas mão do Alienista. Estudavaminunciosamente a mente humana, mas infringia a lei.

A ilustre dama, sua esposa passou a ter depressão , pois continuava se sentindo viúva , seu esposo querendo curar sua alma a mandou para o Rio de Janeiro, pois sabia que era um de seus desejos mais antigos, provando assim que a amava e a propôs que fosse com sua tia. Preocupada com as despesas da viagem, seu esposo lhe mostrara fortuna feita coma CASA VERDE, assim a tranquilizou, o testo nos mostra que ele acumulou riquezas com a casa verde, Enriquecimento Sem Causa. Art. 884 . Simão Bacamarte era homem da ciência, só se preocupava com a tal, no dia da despedida, a comitiva que estava indo ao Rio de janeiro, o Alienista só se preocupava em achar algum demente entre as pessoas de juízo. A loucura para ele era um universo cheio demistério que ele teria por objetivo desvendar um a um. Na realidade o Dr. Simão era um louco alienado a si mesmo e deveria ser interditado conforme Art. 3º- São absolutamente incapazes de exercer pessoalmente os atos da vida civil:

II - os que, por enfermidade ou deficiência mental, não tiverem o necessário discernimento para a
prática desses atos
Bacamarte foi além dos princípios, da ética,desafiando –os e desrespeitando-os, quando o mesmo recolheu o Sr. Costa , homem que não incomodava ninguém e sua tia a que defendia a tese que ele ficou pobre por causa de uma praga do tio falecido. Assim surgiu naquela cidade um ar de desconfiança, os mais desconfiados diziam: há coisas... Porém ninguá se atrevia a fazer nada, ir em busca do Direito ao Príncipio da Dignidade Humana Art,5º.
O tempopassou e o Alienista continuou recolhendo pessoas com saúde mental positiva e o povo foi ficando cada vez mais enlouquecidos com tamanhos acontecimentos. Dona Evarista voltou do Rio de janeiro e trouxe a cidade de Itaguai a esperança para os acontecimentos que estavam torturando toda a cidade na CASA VERDE, pois o fruto colhido pelo Alienista de suas experiências era o terror posto a toda asociedade. Todos queria que Bacamarte fosse preso e deportado.
Quando a coisa ficou sem controle, Cerca de trinta30 pessoas redigiram e levaram uma representação a Câmara com base no art. 14º -inciso I-Plebiscito-. A camara não aceitou ,a partir dai houve ameaças de rebelião para destruir a CASA VERDE, pois já era entendido que que a CASA não passava de um negócio para o Alienista, pois as...
tracking img