G. hempel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4653 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Rio de Janeiro, 1 de Julho de 2011. UFRRJ.

Aluno: Leonardo
Curso: Engenharia Florestal Matrícula:
Disciplina: Introdução à Filosofia das Ciências Biológicas
Professor: Eduardo Gomes de Siqueira

Relatório de Aula referente ao Bloco II
Textos analisados: - “A Filosofia da Ciência Natural” de Carl G. Hempel.
- “Escolha e Acaso” de BrianSkirms

O texto de Carl G. Hempel começa se baseando no trabalho sobre a febre puerperal para relatar alguns aspectos importantes da investigação científica. Este trabalho foi realizado pelo médico húngaro Iguaz Semmelweis no Hospital Geral de Viena, de 1844 a 1848 quando um grandenúmero de mulheres internadas no Primeiro Serviço da Maternidade do Hospitalcontraía, após o parto,a febrepuerperal. Em 1844, das 3.157 mães hospitalizadas nesse serviço, 8,2% morreram da doença; em 1845 a percentagem era de 6,8% e em 1846 de 11,4%. Essesvalores se tornavam ainda maisalarmantes quando comparados com as dos casos de morte pela doença no Segundo Serviço de Maternidade do mesmo hospital, que abrigava quase tantasmulheres como o primeiro: 2,3, 2,0 e 2,7 por cento para os mesmos anos.
Atormentadopelo terrível problema, Semmelweis esforçou-se por resolvê-lo, seguindo um caminho próprio. Começou considerando várias explicações, onde algumas foram rejeitadas logo por serem incompatíveis com fatos bem estabelecidos e outras ele submeteu a verificações específicas.
Depois de caracterizar a situação-problema, Hempel passa a discutir as hipóteses consideradas por Semmelweis. “Uma ideiaamplamente aceita na época atribuía as devastações da febre puerperal a “influências epidêmicas”, vagamente descritas como mudanças “cósmico-telúrico-atmosféricas”, espalhando-se sobre bairros inteiros ecausando a febre nas mulheres internadas”.
Assim como outras, esta hipótese foi descartada por não estar de acordo com os fatos já conhecidos. Como já foi dito, havia no Hospital Geral de Viena doisserviços de maternidade, situados bem próximos um do outro, sendo a incidência da febre muito mais intensa no Primeiro que no Segundo. Dada essa proximidade, não fazia sentido que “influências” daquela natureza poderiam afetar diferencialmente os dois serviços. Outro fato contraditório com a hipótese dizia respeito ao problema de mulheres que viviam longe do hospital, não conseguiam chegar a tempo, eacabavam dando à luz na rua. Também nesses casos o índice de mortes por febre puerperal era muitoinferior ao verificado no Primeiro Serviço.
Uma segunda hipótese associava a febre à superlotação; os fatos, porém, apontavam na direção oposta, uma vez que a superlotação era maior no Segundo Serviço, emdecorrência do que muitas mulheres, já cientes da mortandade no Primeiro, tentavama todo custoevitá-lo.
Exames ginecológicos realizados de forma grosseira pelos estudantes que faziamseu treinamento obstétrico no Primeiro Serviço foram apontados como causa por umacomissão formada em 1846 para investigar o problema. Mas, de novo, a hipótese nãoencontrou apoio nas evidências.
A seguir, Hempel relaciona as hipóteses não desautorizadas por fatos já conhecidos, entrando neste ponto a noção deteste, isto é, de um experimento realizado como objetivo de averiguar a veracidade de uma hipótese.
Outra hipótese testada dizia respeito à posição adotada no parto, de costas noPrimeiro Serviço, de lado no Segundo. A adoção da posição lateral no Primeiro Serviço, entretanto, não alterou a incidência da febre.
Finalmente, em princípios de 1847, um acidente forneceu aSemmelweis a chavepara a soluçãodo problema. Para explicar como isso se deu, é preciso registrarque o treinamento dos estudantes no Hospital Geral envolvia de maneira muito intensa a prática de dissecação de cadáveres, e com frequência eles passavam dessa atividade para o atendimento das parturientesapenas lavando as mãos sem muito cuidado. O acidente mencionado ocorreu com umseu colega, Kolletschka, que se feriu com um...
tracking img