A VIDA OUVIDA A ESCUTA PSICOL GICA E A SA DE DA MULHER DE MEIA IDADE Mori Estudos E Pesquisas Em Psicologia

Páginas: 25 (6065 palavras) Publicado: 12 de abril de 2015
ARTIGO 4

A VIDA OUVIDA: A ESCUTA PSICOLÓGICA E A SAÚDE DA MULHER DE MEIAIDADE
LIFE LISTENED: PSYCHOLOGICAL LISTENING AND MIDDLE-AGED WOMEN’S HEALTH

Maria Elizabeth Mori*
Vera Lucia Decnop Coelho**

RESUMO
Foi realizada uma pesquisa empírica com o objetivo de avaliar a importância da escuta psicológica
para a saúde da mulher de meia-idade. O mal-estar geral experimentado neste momento de vidarepresenta o visível, que esconde questões invisíveis da história de vida pessoal. Os procedimentos
qualitativos foram: 1) levantamento dos serviços de atendimento à mulher de meia-idade na rede
pública hospitalar do Distrito Federal; 2) entrevistas com profissionais da área de saúde; e 3) uma
intervenção psicológica grupal em um espaço público hospitalar, com mulheres de classe
socioeconômicadesfavorecida. O compartilhamento das experiências pessoais, a partir de temas
sugeridos pelas participantes, resultou numa experiência enriquecedora e contribuiu para que a
vivência da meia-idade fosse mais bem elaborada. Os profissionais da saúde indicaram o atendimento
interdisciplinar para esta faixa etária. Este estudo sugere que as políticas públicas de saúde devam
incluir espaços de escutapsicológica com vistas à saúde integral da mulher.

PALAVRAS-CHAVE:
Meia-idade feminina; intervenção psicológica grupal; políticas de saúde.

O trabalho na clínica privada com mulheres de meia-idade tem nos mostrado que a intervenção
psicológica pode ajudar na elaboração de perdas biopsicossociais experimentadas na meia-idade.
Também tem auxiliado a mulher a desenvolver uma crítica sobre como os diasatuais têm potencializado
o sofrimento psíquico. Consciente de si, a mulher madura pode acolher o sentimento de estranheza,
proporcionado pelos diferentes aspectos que constituem o envelhecer, e tem seu sofrimento
amenizado. O senso de inadequação em relação “ao modo de estar no mundo” é mais bem

compreendido a partir do sentido que o sofredor dá à sua história. Ações psicoeducativas, como
gruposterapêuticos, também auxiliam na elaboração do sentido da experiência vital e na reorganização
criativa e positiva da personalidade. Este tipo de tratamento de cunho preventivo tem contribuído,
assim, para a redução do estresse e para um melhor enfrentamento das demandas do envelhecer.
Essas considerações nos conduziram ao lugar da escuta psicológica em programas voltados para a
saúde da mulherde meia-idade, nos espaços públicos de saúde. Sabe-se que as respostas às demandas
femininas nestas instituições ainda estão circunscritas às ações do profissional da ciência médica
(principalmente ginecologistas e psiquiatras), pois cabe a eles a responsabilidade pelos tratamentos
baseados na Terapia de Reposição Hormonal e nos antidepressivos e psicotrópicos diversos, adotados
nos serviços desaúde. Diferentemente do que se dá no espaço da clínica psicológica privada: mulheres
de meia-idade e pertencentes às classes socioeconômicas mais favorecidas têm a possibilidade de
buscar ajuda psicoterápica, tratamento no qual uma escuta psicológica apropriada pode apontar
para os “não-visíveis” deste momento de vida.
Assim, foi a partir de nossa experiência com estas mulheres que as primeirasquestões de pesquisa
foram delineadas. Existiriam trabalhos psicológicos realizados com mulheres de meia-idade, na rede
pública hospitalar do Distrito Federal? Caso afirmativo, fariam parte de políticas de saúde voltadas
para este público-alvo? De maneira geral, como se insere o trabalho do psicólogo nas políticas de
saúde? Existem demandas semelhantes às encontradas na clínica privada? Ou seja, asmulheres de
meia-idade desfavorecidas socialmente contariam com algum serviço psicoeducativo, caso assim o
desejassem? Sabemos, como psicólogas clínicas, que não “poder” falar não significa não “precisar”
falar. E, de alguma maneira, acaba-se falando... Por meio de sintomas, queixas aqui e acolá...

CICLO VITAL
O estudo sistemático do processo de envelhecimento é um dos principais eventos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Meia-idade, menopausa e escuta psicológica
  • Estudo Dirigido
  • Reestruturação cognitiva de uma mulher de meia idade
  • Psicologia do Adolescente e Idade Adulta
  • TCC Viol Ncia Psicol Gica Contra As Mulheres
  • A Psicologia Da Personalidade Pode Ser Definida Como O Estudo Cientifico Das For As Psicol Gicas Que Tornam As Pessoas Nicas
  • meia idade
  • meia idade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!