A vida de socrates

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (313 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A vida de Sócrates sempre se baseou na sabedoria que ele admirava em seus antecedentes, e através dela podia encontrar o caminho da verdade. Esse filósofo nunca entendia como aspessoas pensavam tão previsivelmente e como não tinham a menor noção do que os rodeava, tão pouco do que viria depois dessa vida.

Sócrates seguiu pelo caminho da reflexão e raciocínio,pois tinha como objetivo encontrar a verdade sobre tudo, desde a origem das coisas, do mundo, até o que viria no porvir. Devido as suas idéias Sócrates tinha admiração de muitas pessoas,inclusive dos jovens, ele queria abrir os olhos desses jovens, pois eles eram a nova geração que se iniciava e portando deveria ser uma era de sabedoria e conhecimento.

Ele nuncacobrava pelos seus ensinamentos, pois ele acreditava que conhecimento não tinha preço, e evidentemente que a sabedoria não podia ser vendida, e ia mais além dizendo que ele nada sabia.Para esse filosofo, o pessoa sapiente não podia vangloriar-se de ser como tal, e caso chegasse a tão ponto, não passava de mero tolo. No entanto ao ter simplicidade e sinceridade paraaceitar que não sabia de nada, tornava-lhe o mais sábio.

Sócrates era admirado por sua esposa, filhos, amigos, jovens e muitos cidadãos, mas pelo fato dele expor pensamentos avançadospara a época, pela sociedade não ter o costume de pensar, além de possuir o ódio dos seus rivais, teve suas idéias filosóficas equivocadas e, portanto foi julgado por crimes que nãocometeu, e condenado a morte por envenenamento.

Sócrates não teve medo de morrer, pois achava que tinha algo mais reservado pala ele, suas convicções eram fascinantes e nem mesmo amaldade e inveja dos seus inimigos o fizeram desistir de sua busca: a busca pela verdade. Morrer para Sócrates era ser esquecido, se a verdade fosse abandonada, aí sim sua morte seria em vão
tracking img