A verdade na filosofia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1774 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A verdade na filosofia
Nas conversas do dia-a-dia, não temos a menor dúvida do que seja a verdade. Se o irmão menor disse que não mexeu no computador, mas a tela estiver cheia das marcas dos dedinhos engordurados dele, então ele mentiu. Simples assim.
Mas quando vamos mais fundo, para o terreno da filosofia, a discussão sobre o que é a verdade fica bastante complexa. Este artigo do prof.Raymond Tallis parece fazer um bom resumo, e apresentar conclusões convincentes, desse debate. Para completar, evita o tom excessivamente técnico e academicista de muitos artigos filosóficos de hoje em dia. No final das contas, a posição do bom senso sai como vitoriosa; e o nosso entendimento da questão, mais profundo. Leia-o aqui.
• Compartilhe
• Verdade
• Origem: Wikipédia, a enciclopédialivre.
• Ir para: navegação, pesquisa
• Nota: Para outros significados, veja Verdade (desambiguação).



• A busca pela verdade é um contínuo caminho.
• A palavra verdade pode ter vários significados,[1][2] desde “ser o caso”, “estar de acordo com os fatos ou a realidade”, ou ainda ser fiel às origens ou a um padrão. Usos mais antigos abarcavam o sentido de fidelidade, constância ousinceridade em atos, palavras e caráter. Assim, "a verdade" pode significar o que é real ou possivelmente real dentro de um sistema de valores. Esta qualificação implica o imaginário, a realidade e a ficção, questões centrais tanto em antropologia cultural, artes, filosofia e a própria razão. Como não há um consenso entre filósofos e acadêmicos, várias teorias e visões a cerca da verdade existem econtinuam sendo debatidas.
• Para Nietzsche, por exemplo, a verdade é um ponto de vista. Ele não define nem aceita definição da verdade, porque não se pode alcançar uma certeza sobre a definição do oposto da mentira. Daí seu texto "como filosofar com o martelo".
• Mas para a filosofia de René Descartes a certeza é o critério da verdade.
• Quem concorda sinceramente com uma frase está alegando que elaé verdadeira. A filosofia estuda a verdade de diversas maneiras. A metafísica se ocupa da natureza da verdade. A lógica se ocupa da preservação da verdade. A epistemologia se ocupa do conhecimento da verdade.
• O primeiro problema para os filósofos é estabelecer que tipo de coisa é verdadeira ou falsa, qual o portador da verdade (em inglês truth-bearer). Depois há o problema de se explicar o quetorna verdadeiro ou falso o portador da verdade. Há teorias robustas que tratam a verdade como uma propriedade. E há teorias deflacionárias, para as quais a verdade é apenas uma ferramenta conveniente da nossa linguagem. Desenvolvimentos da lógica formal trazem alguma luz sobre o modo como nos ocupamos da verdade nas linguagens naturais e em linguagens formais.
• Há ainda o problemaepistemológico do conhecimento da verdade. O modo como sabemos que estamos com dor de dente é diferente do modo como sabemos que o livro está sobre a mesa. A dor de dente é subjetiva, talvez determinada pela introspecção. O fato do livro estar sobre a mesa é objetivo, determinado pela percepção, por observações que podem ser partilhadas com outras pessoas, por raciocínios e cálculos. Há ainda a distinção entreverdades relativas à posição de alguém e verdades absolutas.
• Filósofos analíticos apontam que a visão relativista é facilmente refutável. A refutação do relativismo, como Aquino colocou, basea-se no fato de que é difícil para alguém declarar o relativismo sem se colocar fora ou acima da declaração. Isso acontece por que se uma pessoa declara que "Todas as verdades são relativas", aparece adúvida se essa afirmação é ou não é relativa. Se a declaração não é relativa; então, ela se auto-refuta. Ela se refuta por que a declaração encontra uma verdade sobre relativismo que determina que uma importante verdade relativista não é relativa. Por que a declaração não é relativa, o ouvinte é forçado a concluir que a declaração "Todas as verdades são relativas" é uma declaração falsa.
Por...
tracking img