A utilização da estimulação elétrica nervosa transcutânea no alívio da dor no pós-operatório de gastroplastia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESTÁCIO - FACULDADE ESTÁCIO DO RECIFE
CURSO DE FISIOTERAPIA










ACADÊMICAS: JÉSSIKA SALES DE BRITO E
ROZANA REIS DE ARAUJO BARBOSA








A UTILIZAÇÃO DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRANSCUTÂNEA NO ALÍVIO DA DOR NO PÓS-OPERATÓRIO DE GASTROPLASTIA








Recife, 2011

ESTÁCIO - FACULDADE ESTÁCIO DO RECIFE
CURSO DE FISIOTERAPIA













AUTILIZAÇÃO DA ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRANSCUTÂNEA NO ALÍVIO DA DOR NO PÓS-OPERATÓRIO DE GASTROPLASTIA








Projeto do trabalho de conclusão de curso da graduação em fisioterapia das acadêmicas Jéssika Sales de Brito e Rozana Reis de Araujo Barbosa, sob a orientação da Prof. Dra. Indianara Araújo e do Prof. Ms. Francimar Ferrari.Recife, 2011


SUMÁRIO Erro! Indicador não definido.
1. INTRODUÇÃO 4
2. OBJETIVOS 6
2.1. OBJETIVO GERAL 6
2.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS 6
3. MATERIAIS E MÉTODOS 7
3.1. LOCAL DE ESTUDO 7
3.2. POPULAÇÃO DO ESTUDO 7
3.3. AMOSTRA 7
3.3.1. CRITÉRIOS DE INCLUSÃO 7
3.3.2. CRITÉRIOS DE EXCLUSÃO 7
3.4.DESENHO DO ESTUDO 8
3.5. COLETA DE DADOS 8
3.6. CONSIDERAÇÕES ÉTICAS 14
3.7. RISCO E BENEFÍCIOS 15
3.8. ANÁLISE ESTATÍSTICA 15
4. CRONOGRAMA 16
5. ORÇAMENTO 17
7. ANEXOS 23
8. APÊNDICE 27
ANEXOS 36
Anexo A 36
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO PARA PARTICIPAÇÃO EM ESTUDO CLÍNICO 36
TERMO DE COMPROMISSO 39
CARTA DE ACEITE 40









INTRODUÇÃOA obesidade é definida pelo acúmulo excessivo de gordura nos tecidos, o qual freqüentemente relaciona-se com riscos à saúde1. De acordo com a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) divulgada em agosto de 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) todas as regiões do país e em todas as faixas etárias e faixas de renda há um aumento contínuo e substancial no percentualde pessoas com excesso de peso e obesas.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) formulou um parâmetro para definir a obesidade, o índice de massa corporal (IMC), definido pelo peso em quilogramas dividido pelo quadrado da altura. Pacientes com IMC igual ou superior a 30 kg/m² são considerados obesos e pacientes com IMC acima de 40 kg/m² são classificados como obesos mórbidos e nestes casosestá indicado o tratamento cirúrgico para a redução de peso.
Vários fatores interferem na mecânica respiratória do obeso, resultando em reduções dos volumes e capacidades pulmonares, principalmente volume de reserva expiratório e capacidade residual funcional (CRF)2,3. Geralmente, os indivíduos que apresentam obesidade possuem alteração na função respiratória, por apresentarem grandequantidade de tecido adiposo ao redor da caixa torácica (diminuindo sua complacência), e também pela elevação do diafragma causada através da compressão feita pelo conteúdo abdominal4. Esses fatores levam a uma diminuição da CRF e alteram suas trocas gasosas devido a uma ventilação superficial5.
A gastroplastia, também chamada de cirurgia bariátrica, pode ser indicada quando o indivíduo tem oIMC superior a 40 kg/m² e tem como objetivo induzir a perda de peso por meios cirúrgicos. No entanto, é inevitável que o procedimento cirúrgico cause lesão tecidual, seja pela manipulação cirúrgica direta visceral, ou através da própria incisão. A presença da dor após a intervenção causa desconforto ao paciente prejudicando sua movimentação no leito predispondo o aparecimento de trombose venosaprofunda (TVP) e complicações respiratórias como acúmulo de secreções, atelectasias e infecções respiratórias.
A estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) é um recurso fisioterapêutico não invasivo, de fácil manejo, que não apresenta efeitos colaterais ou interações com medicamentos, sendo utilizada para o alívio da dor pela estimulação de nervos periféricos, baseando-se na liberação...
tracking img