A travessura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 91 (22630 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Sumário
Módulo 1 – Introdução ao estudo da sociedade — A revolução industrial e as ciências sociais ................. 5 Módulo 2 – Os clássicos da Sociologia: Durkheim, Max e Weber ............................................................... 13 Módulo 3 – Indivíduo e sociedade — o processo de socialização e seus agentes ...................................... 21 Módulo 4 – Estrutura eestratificação social – mobilidade social e desigualdade econômica.................... 29

Introdução ao estudo da sociedade — A revolução industrial e as ciências sociais
1. Apresentação do tema

Módulo 1

Sociologia 182

Imagine-se no alvorecer do século XIX. Você se considera uma pessoa afortunada. Trabalhador dedicado, conseguiu vencer na vida e acumular uma pequena fortuna, desfrutandodas maravilhas tecnológicas que a revolução industrial lhe proporcionou. É difícil para você, jovem empreendedor, imaginar um mundo distinto deste que você conhece. Imagine-se cercado por locomotivas, bondes, fios elétricos e lâmpadas incandescentes que afastam a escuridão da noite proporcionando brilho em muito superior ao fornecido pela lua. Você vive em uma sociedade rápida e dinâmica que superouem muito a lenta velocidade proporcionada pelos limitados cavalos e se maravilhou com o clarão mágico de uma máquina fotográfica, que conseguiu congelar o instante de felicidade em seus olhos ao conseguir a sua primeira promoção. Apesar desse mundo aparentar sempre ter sido assim, você bem o sabe que isto não é verdade e que tais benesses tecnológicas são fruto de uma recente revolução pela qualpassaram parte significativa dos países europeus. A industrialização e a urbanização geraram novos hábitos na sociedade, que foram incorporados e naturalizados; mesmo sua percepção temporal é distinta daquela existente no passado não tão distante, condicionada aos fenômenos naturais. Agora, se encontra acelerada pelo ritmo alucinante que a cidade desenvolveu e que incorporou em cada citadino quevive nela. Concomitantemente a esse novo mundo, outros se mostram para você, com a expansão europeia em direção à África e à Ásia, redundando no contato com outros povos que aguçam a curiosidade do europeu. São esses fatores, que somados serão responsáveis pelo nascimento das Ciências Humanas e, em particular, da Sociologia e da Antropologia. OPINIÃO – O OLHAR DO SOCIÓLOGO Apesar da modernidadeestampada nas construções e grandes obras viárias, paisagísticas e de engenharia, como se pode perceber ao lado pela Exposição Universal de 1900 em Paris, não se pode esquecer que a urbanização e modernização de Paris não foram tão democráticas, como nos lembra Walter Benjamin comentando passagem do poeta Charles Baudelaire, em que este expõe com clareza a matéria de inspiração dos poetas modernosdeste período:
“Os poetas encontram na rua o lixo da sociedade e a partir dele fazem sua crítica heróica. Parece que assim se integra no seu ilustre tipo um tipo semelhante, penetrado pelos traços do trapeiro que tanto preocupava Baudelaire. Um ano ante do Vindes chiffoniers apareceu uma representação prosaica da figura; “Temos aqui um homem — ele deve apanhar na capital o lixo do dia que passou.Tudo o que a grande cidade deitou fora, tudo o que perdeu, tudo o que despreza, tudo o que destrói — ele registra e coleciona. Coleciona os anais da desordem, o Cafarnaum da devassidão, seleciona as coisas, escolhe-as com inteligência; procede como um avarento em relação a um tesouro e agarra o entulho que nas maxilas da deusa da indústria tomará a forma de objetos úteis ou agradáveis”. Estadescrição é uma única, longa metáfora, para o procedimento do poeta segundo o coração de Baudelaire.
BENJAMIN, Walter. A Modernidade e os Modernos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro. 2000. Pág. 14-15.
WIKIMEDIA PV2D-11-21

O novo cenário que se anunciava na Europa não foi construído, no entanto, do dia para a noite. Essas transformações sistêmicas guardam raízes no século anterior, o século XVIII,...
tracking img