A transnacionalização da indústria de sementes no brasil

A transnacionalização da indústria de sementes no Brasil: biotecnologias, patentes e biodiversidade. Rio de Janeiro: ActionAid Brasil, 2000. 138p.

O livro: A Transnacionalização da Indústria deSementes no Brasil é obra de autoria de dois renomados especialistas, o Prof. John Wilkinson e a doutoranda, engenheira agrônoma Pierina German Castelli, ambos vinculados ao Curso de Pós-graduação emDesenvolvimento, Agricultura e Sociedade (CPDA), da UFRRJ.

Na verdade, trata-se do resultado de uma pesquisa sobre a internacionalização da indústria de sementes no Brasil, coordenada pelo Prof.Wilkinson, e executada pela doutoranda Pierina Castelli, com o apoio financeiro da ActionAid, uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, com sua matriz instalada na Inglaterra, cuja missão éapoiar esforços para a eliminação da pobreza e injustiça social na África, Ásia, América do Sul e Caribe.

Apresentado de forma didática, em três capítulos distintos, o livro em foco torna-sedeveras acessível e prático, pois encerra, além das oportunas definições de termos (glossário e siglas utilizadas), dezenas de quadros e gráficos elucidativos do conteúdo desenvolvido, tudo respaldado porum apreciável volume de referência bibliográficas, que certamente serão úteis aos leitores que desejarem avançar na busca de mais e melhores informações relacionadas à temática abordada.

Ao seiniciar a leitura do livro, depara-se com a apresentação feita pela ActionAid Brasil, da qual destacamos o seguinte trecho: "Há algumas décadas o debate sobre a segurança alimentar era dominado pela noçãode que a fome seria solucionada pelo aumento da produção de alimentos. Hoje, contudo, cada vez mais fica claro que a capacidade de acesso dos povos à alimentação tornou-se o elemento crucial.Segurança alimentar e nutricional significa garantir a todos o acesso a alimentos básicos de qualidade, em quantidade suficiente, de modo permanente e sem comprometer o acesso a outras necessidades...
tracking img