A terra um planeta especial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5248 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A vida é possível na Terra, porque:

Massa da Terra;

← Influencia a energia interna do planeta, logo, a sua atividade geológica visível a nível da ocorrência dos sismos e vulcões.

← Influencia a força gravítica, que permite que a Terra conserve uma atmosfera, rica em O2 e uma camada de Ozono.

Distância ao Sol;

← Permite a existência de uma temperatura compatível com avida.

← Permite a formação e manutenção de água, no estado líquido.

Origem do Sistema Solar

A teoria nebular reformulada é a atualmente mais aceite e admite que a origem do sistema solar se deve á existência de uma nébula com origem no Sol, que por atracão gravítica, adquiriu rotação e sofreu acreção, elevando os materiais á temperatura de fusão, o que implicou a existência de umadiferenciação dos materiais por densidade.

A teoria nebular reformulada considera a existência dos seguintes passos:

← No espaço existia uma nébula constituída por gases e poeiras;

← A existência de forças de atracão gravítica no interior desta nébula provocou a sua contração.

← A contração da nébula provocou, por sua vez, o aumento da velocidade de rotação desta;

← Anébula, que começou a arrefecer, lentamente, devido á sua rotação, foi adquirindo uma forma de disco aplanado, cujo centro era definido pelo protossol;

← A velocidade de arrefecimento dos materiais da nébula dependia da sua posição dentro do disco nebular. Se os materiais se encontravam no interior do disco, a velocidade de arrefecimento era menor, mantendo-se a uma maior temperatura do queaqueles que se situavam na periferia da nébula. Os materiais que se encontravam na parte mais externa da nébula, porque estavam em contacto com o espaço, que encontra a baixa temperatura, arrefeciam mais rapidamente. Este facto levou á existência de um zonamento mineralógico, provocado pelas diferentes temperaturas a que se encontravam os materiais constituintes da nébula. Quanto mais próximos doprotossol, maior era a sua temperatura de fusão e maior era a densidade dos materiais. Pelo contrário, quanto mais afastados do protossol, porque mais próximos do frio do espaço, mais baixa era a temperatura de fusão e menos densos eram materiais.

← A atracão gravítica continuou a verificar-se no interior do disco nebular, promovendo o choque entre os pequenos grãos sólidos anteriormenteformados. Da acreção destes corpos surgindo outros de maiores dimensões, os planetesimais, que, continuando a colidir uns com os outros, devido á crescente atracão gravítica, originaram planetesimais de dimensões cada vez maiores.

← A acreção teve como resultado final a formação dos protoplanetas.

← A atracão gravítica continuou a verificar-se e, como tal, a acreção dos materiais eposterior diferenciação levou á formação dos planetas.



A teoria nebular reformulada é apoiada pelos seguintes dados:

← A idade encontrada para os diferentes corpos do sistema solar é a mesma. (4600 M.a.)

← As orbitas dos planetas são regulares e pouco elípticas.

← As orbitas dos planetas são quase complanares, originando um disco.

← Os planetas que se encontram maispróximos do Sol apresentam uma maior densidade do que aqueles que se encontram mais afastados.

← Os planetas que encontram mais próximos do Sol são pequenos e rochosos, constituídos por silicatos e ferro, materiais refratários de elevado ponto de fusão. AS atmosferas destes planetas são pouco densas, sem hidrogénio, que, sendo um gás leve, se escapou para o exterior da nébula.

← Osplanetas que se encontram mais afastados do Sol apresentam grandes dimensões, uma constituição essencialmente gasosa, à base de hidrogénio e hélio, apresentado valores reduzidos de silicatos e ferro. Estes planetas apresentam uma atmosfera densa, já que as suas grandes dimensões fornecem-lhes uma força gravítica capaz de reter gases pouco densos da nébula solar.





Constituição do Sistema...
tracking img